Música Simone e Simaria investem no piseiro em 'Debaixo do Meu Telhado'

Simone e Simaria investem no piseiro em 'Debaixo do Meu Telhado'

Novo projeto da dupla será lançado à meia-noite desta sexta-feira (27); EP audiovisual foi gravado em 4 horas na casa de Simone

  • Música | Do R7

Simone e Simaria gravaram EP em 15 dias

Simone e Simaria gravaram EP em 15 dias

Divulgação

Simone e Simaria lançam, nesta sexta-feira (27), o projeto Debaixo do Meu Telhado. O EP audiovisual tem um total de 8 faixas e foi dividido em dois: 4 músicas estarão disponíveis nas plataformas digitais à meia-noite e as outras 4 serão lançadas em janeiro.

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quinta (26), a dupla falou sobre o novo projeto gravado em meio à pandemia e na casa de Simone, em apenas quatro horas. 

"É um estilo muito popular, seguimos uma linguagem do que está rolando agora, piseiro misturado com sertanejo. A a essência da dupla é a mesma, mas a gente não pode deixar de acompanhar a atualidade. É uma coisa bem popular, para o povão. A música Pa Pum, por exemplo, começa mais romântica, mas o refrão é mais suingado, com batidão sertanejo, boa para dançar", explicou Simaria.

A ideia da gravação do novo trabalho partiu de Simaria e, a princípio, Simone, que está grávida, se assustou com o prazo estabelecido pela irmã: apenas 15 dias para elas finalizarem o projeto.

"Ela me falou: 'Vamos gravar um DVD'. Do nada! E eu perto de ganhar nenê: 'Como você quer fazer isso?' (risos). Mas foi uma experiencia muito bacana. Dá uma certa preocupação de fazer algo corrido, encontrar músicas legais em cima da hora, mas deu tudo certo, graças a Deus", relatou Simone.

Simaria engrossou o coro: "Quase arranquei os cabelos, quase fiquei louca! Foram 15 dias pra fazer um projeto desse, coisa de louco".

A primeira música divulgada é Pa Pum, composta por Daniel Caon, namorado de Rafa Kalimann, com direito a clipe lançado no YouTube às 11h.

"Na hora que a gente ouviu, a gente amou! Ela vem romântica e vai crescendo... A pessoa sofre, depois dá a volta por cima e o jogo vira! É isso que a gente deseja pra galera", disse Simone.

Participações especiais

Em Debaixo do Meu Telhado, as irmãs dividiram os vocais com amigos e grandes nomes da música: Dilsinho, Tierry, Bruno e Marrone. A escolha das participações foi feita por Simaria.

"No começo, a gente queria fazer um projeto voltado para o sertanejo mais antigo, mas as coisas foram caminhando para outro rumo e a gente estava tendo dificuldade para falar com alguns artistas. Com a pandemia, muitos preferem ficar mais reclusos, em casa, cada um tem sua filosofia", explicou a cantora. "Liguei para Bruno e Marrone e eles foram super solícitos; liguei para Dilsinho, uma graça, menino bom, simples; liguei pra Tierry, que é nosso irmão há anos, sempre nos deu sucesso... E eles vieram com muito amor e carinho. Quero agradecer à eles", completou.

Esquenta para o 'Bar das Coleguinhas 2'

Por conta da pandemia, a dupla adiou os planos de lançar a continuação do Bar das Coleguinhas, trabalho de sucesso divulgado por elas em março deste ano, já que não poderiam sair em turnê com shows. 

"A gente quer transformar o Bar das Coleguinhas em label. Mas como levar o show para a estrada na pandemia? A gente ia jogar um projeto no lixo. Aí, veio a ideia de gravar Debaixo do Meu Telhado. Depois de 9 meses de Amoreco, a gente tinha vontade de lançar algo novo. É um 'esquenta' para o Bar das Coleguinhas 2", reforçou.

Últimas