Festival de Glastonbury é cancelado no Reino Unido devido ao coronavírus

LONDRES (Reuters) - O festival britânico de Glastonbury, o maior festival de música a céu aberto do mundo, foi cancelado este ano devido ao surto de coronavírus, disseram os organizadores nesta quarta-feira.

Kendrick Lamar, Paul McCartney, Taylor Swift e Diana Ross estavam entre os destaques da 50ª edição do Glastonbury em junho.

"Claramente, este não era um curso de ação que esperávamos adotar para o nosso 50º aniversário, mas após as novas medidas do governo anunciadas nesta semana - e em tempos de incerteza sem precedentes - agora é nossa única opção viável", disse o fundador Michael Eavis e sua filha Emily Eavis.

"Lamentamos muito que essa decisão tenha sido tomada. Não tínhamos escolha. Mas estamos ansiosos por recebê-los novamente a esses campos no próximo ano e, até então, enviamos nosso amor e apoio a todos vocês."

Mais de 135.000 ingressos foram vendidos para o festival realizado na fazenda de Eavis, no sudoeste da Inglaterra, enquanto milhões assistem às apresentações na televisão.

Os organizadores disseram que os que compraram ingressos - esgotados em apenas 34 minutos em outubro passado - terão a oportunidade de participar do evento em 2021.

(Reportagem de Paul Sandle)