Pop Inquérito diz que jornalista da BBC agiu de má-fé em entrevista com princesa Diana

Inquérito diz que jornalista da BBC agiu de má-fé em entrevista com princesa Diana

REINO-UNIDO-INQUERITO-PRINCESA-DIANA:Inquérito diz que jornalista da BBC agiu de má-fé em entrevista com princesa Diana

Reuters - Entretenimento

Por Michael Holden

LONDRES (Reuters) - Um inquérito sobre como a rede BBC conseguiu uma entrevista com a princesa britânica Diana em 1995, na qual ela revelou detalhes íntimos de seu casamento fracassado, concluiu nesta quinta-feira que o jornalista envolvido agiu de maneira desonesta.

A BBC iniciou a investigação, comandada pelo ex-juiz John Dyson, em novembro após alegações de Charles Spencer, irmão de Diana, de que documentos forjados e "outras artimanhas" foram usadas para convencê-lo a apresentar a princesa ao jornalista Martin Bashir.

O relatório de Dyson revelou que Bashir, à época um repórter pouco conhecido, mostrou extratos bancários falsos a Spencer para induzi-lo a arranjar uma reunião com Diana.

"O senhor Bashir agiu inadequadamente e violou gravemente a edição de 1993 das Diretrizes dos Produtores sobre procedimentos corretos", disse o relatório.

Ele também concluiu que a BBC ficou aquém dos "altos padrões de integridade e transparência que são sua marca" em reação às alegações de conduta inadequada.

Durante a entrevista explosiva, assistida por mais de 20 milhões de espectadores no Reino Unido, Diana chocou a nação ao admitir ter um caso e contar detalhes de seu casamento com o príncipe herdeiro Charles.

Ela veio em um momento de crise da família real, e foi a primeira vez em que Diana, que morreu em um acidente de carro em Paris em 1997, fez comentários públicos sobre seu matrimônio malfadado.

Na semana passada, a BBC anunciou que Bashir está deixando seu cargo atual de editor de assuntos religiosos devido a problemas de saúde.

Últimas