Pop Meghan acusa realeza britânica de racismo e diz que teve pensamentos suicidas

Meghan acusa realeza britânica de racismo e diz que teve pensamentos suicidas

GENTE-MEGHAN-REALEZA-RACISMO:Meghan acusa realeza britânica de racismo e diz que teve pensamentos suicidas

Reuters - Entretenimento

Por Michael Holden e Guy Faulconbridge

LONDRES (Reuters) - Meghan, a esposa do príncipe Harry, acusou a família real britânica de expressar preocupação com o quão escura a pele de seu filho seria e de tê-la levado à beira do suicídio em uma entrevista televisiva que desencadeará ondas de choque na monarquia.

A duquesa de 39 anos, cuja mãe é negra e cujo pai é branco, disse que era ingênua antes de se casar com um membro da realeza em 2018, mas que acabou tendo pensamentos suicidas e cogitando fazer mal a si mesma por ter pedido ajuda e não recebido nenhuma.

Meghan disse que o título de príncipe foi negado ao seu filho, Archie, hoje com um ano, por haver preocupações dentro da família real sobre "o quão escura sua pele pode ser quando ele nascer".

"Isto me foi transmitido por Harry, estas foram conversas que familiares tiveram com ele", contou Meghan em uma entrevista a Oprah Winfrey transmitida na rede norte-americana CBS na noite de domingo.

Meghan não quis dizer quem demonstrou tais preocupações, e tampouco Harry. Ele disse que sua família cortou os laços financeiros com o casal e que seu pai, príncipe Charles, o decepcionou e se recusou a atender seus telefonemas a certa altura.

Não se esperava que o Palácio de Buckingham reagisse de imediato à entrevista, que foi exibida no Reino Unido nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira.

A transmissão de duas horas foi a entrevista mais aguardada de membros da realeza desde que a mãe de Harry, a falecida princesa Diana, compartilhou detalhes íntimos de seu casamento fracassado com Charles em 1995, prejudicando a reputação do herdeiro do trono e da família diante do público britânico.

Quase três anos depois de seu casamento repleto de celebridades no Castelo de Windsor, Meghan descreveu alguns membros não identificados da casa real como brutais, mentirosos e culpados de comentários racistas.

Ela também acusou Kate, a esposa do príncipe William, o irmão mais velo de seu marido, de fazê-la chorar antes do casamento.

Embora a família tenha sido criticada abertamente, nem Harry, nem Meghan atacaram a rainha Elizabeth diretamente.

Harry disse que a decisão do casal de abandonar suas funções reais se deveu a uma falta de compreensão e que temia uma repetição da história – uma referência à sua mãe, que morreu em um acidente em 1997 quando seu carro era perseguido por paparazzi.

Também surgiram alegações de maus tratos que teriam sido cometidos por Meghan, noticiadas pelo jornal Times pouco antes da entrevista do casal. O Palácio de Buckingham disse que investigará as acusações, acrescentando estar "muito preocupado".

Últimas