Modelo Arizona Muse pede que indústria da moda participe de luta ambiental

LONDRES (Reuters) - A modelo britânica-norte-americana Arizona Muse pediu que a indústria da moda se torne mais sustentável na área ambiental e utilize seu poder para ajudar no combate às mudanças climáticas, enquanto ela se juntou ao grupo ativista Extinction Rebellion antes da Semana de Moda de Londres. 

O evento em Londres começa na sexta-feira, representando a segunda parte de uma temporada de desfiles de um mês, distribuída entre as cidades de Nova York, Milão e Paris. Muse, de 31 anos de idade, fez um vídeo para a organização Extinction Rebellion. A modelo e o grupo querem utilizar suas apresentações para chamar atenção para a causa ambiental. 

Para as grandes marcas, a sustentabilidade é um tema cada vez mais proeminente enquanto aumenta a busca pela promoção de credenciais ambientais para consumidores mais conscientes com o consumo de carbono, mas Muse afirmou que mais ações são necessárias e de maneira mais rápida.

A modelo nascida nos Estados Unidos e que trabalhou para a Chanel, Estée Lauder, Prada, Louis Vuitton e Yves Saint Laurent, disse sentir a crise climática em seu cotidiano. 

"Estamos em uma situação chocante e precisamos sentir esse choque", disse Muse à Reuters. 

Ela quer que a indústria alivie seu impacto ambiental e se engaje na luta contra as mudanças climáticas para alterar o comportamento das pessoas. 

"É isso o que eu amo sobre a moda - essa indústria pode mudar completamente a cabeça das pessoas do dia para a noite. Temos o poder de fazer isso", disse.

"Precisamos aproveitar esse poder e mudar a percepção do que é a moda sustentável", afirmou. 

(Reportagem de Hanna Rantala)