Editora Panini não vai trocar papel do mangá Demon Slayer

Nos últimos dias a página oficial da editora no Facebook recebeu centenas de pedidos após vídeo viralizar

divulgação

Foi uma chuva de pedidos nas últimas postagens da Panini no Facebook. Todos queriam que o mangá Kimetsu no Yaiba (Demon Slayer) anunciado na Comic Con 2019 fosse impresso no papel offset, que já é usado em algumas publicações pontuais da editora. Mas hoje através da assessoria de imprensa a Panini confirmou que não haverá nenhuma mudança.

versão americana de Demon Slayer

versão americana de Demon Slayer

divulgação

"Iremos manter o papel de Kimetsu no Yaiba como offwhite, como já foi acordado com a editora japonesa. O papel offwhite é equivalente em tom e espessura ao papel miolo utilizado na edição japonesa do mangá, estamos seguindo uma linha editorial próxima à edição original" afirmou Marcelo Adriano, gerente de marketing da Panini Brasil.

Os pedidos começaram após um vídeo no Youtube de um canal com grande número de inscritos afirmar que o papel offwhite é de baixa qualidade por causa do seu tom amarelo. O youtuber ainda afirmou que esse tipo de papel prejudica a arte e que o cinza do desenho perde contraste. Afirmações que não são verdade! O papel offwhite é comum em todo o mundo e costuma ser usado em diversas publicações de mangás, inclusive no Japão.

o papel offwhite tem qualidade melhor que o papel jornal. É mais barato que o offset

o papel offwhite tem qualidade melhor que o papel jornal. É mais barato que o offset

foto por Guilherme Pereira

No oriente, o mangá é lançado em capítulos semanas em revistas como a Shonen Jump, nesse formato o papel usado é o mais barato possível, muitas vezes semelhante ao nosso papel jornal. Em seguida, esses capítulos são compilados em um tankōbon mesmo formato em que é lançado por aqui. Nessa publicação, tanto no Japão como nos Estados Unidos, o papel é semelhante ao offwhite o que muda é a gramatura do papel, ou seja, a grossura. Então, afirmar que o papel offwhite não é próprio para os mangás é errado já que eles são publicados neste formato no mundo inteiro.

Revista Shonen Jump, Kazenban e Tanko. Os formatos dos mangás no Japão

Revista Shonen Jump, Kazenban e Tanko. Os formatos dos mangás no Japão

divulgação

Segundo Marcelo Adriano da Panini, tudo isso é levado em consideração na hora de escolher o papel de uma publicação. "Levamos em conta diversos fatores, como popularidade da série, expectativa de público, longevidade da série (se é um título em andamento ou finalizado no país de origem), público-alvo que objetivamos atingir", finaliza. Com isso em mente, um papel mais caro como o offset não é usado em séries longas que não foram finalizadas no Japão, pois o preço deve aumentar durante a publicação aqui no Brasil.

Como preservar os mangás

foto por Guilherme Pereira

Henrique Cavalcanti Lanute é conhecido no ramo dos mangás no Brasil e é o responsável pela loja Capitão Onigiri que vende mangás na internet e no bairro da Liberdade, em São Paulo. Ele afirma que o tom amarelado do offwhite não prejudica a leitura e que outros papéis são piores. "O papel Pisa Brite (conhecido como jornal) sim, é um papel que desvaloriza muito a arte da publicação. Inuyashiki por exemplo possui páginas duplas que simplesmente viram borrões pretos onde não se enxerga nada, a absorção da tinta nesse papel é muito ruim", explica.

Mas mesmo o papel jornal pode durar em uma coleção, basta ter cuidado e usar métodos para preservar os mangás. Joey do canal Mangátube tem uma grande coleção e consegue manter tudo em ordem. "Eu tenho vários mangás em papel jornal que estão bem conservados. Amarelar, uma hora vai. O que podemos fazer é atrasar isso. Até mesmo o offset, se você nao cuidar ele pode estragar. Eu guardo os mangás em sacos de polipropileno. Tem de vários tamanhos para todo tipo de mangá. Eu procuro também folhear as páginas de tempos em tempos e passar um pano seco nas capas", revela.

"O jornal amarela, mas isso demora bastante, e precisa de um certo relaxo pra ele ficar feio. Umidade atrapalha, mas a luz do sol acelera a oxidação do material em 10 vezes. Já vi mangás ficarem laranjas nas prateleiras das bancas em apenas um mês. Saquinho para evitar poeira, luz do sol indireta, local arejado e limpo e problema resolvido", afirma Henrique.

Se você tem interesse em saquinhos para proteger a coleção acesse o site:

https://www.capitaoonigiri.com.br/