Silvestre: HQ mostra lado selvagem do ser humano com linda arte

Autor Wagner Willian dessa vez é publicado pela Editora DarkSide Books em formato de luxo

divulgação

A sobrecapa, a guarda, a primeira página... A segunda, terceira e por assim vai. Cada pedaço dessa história em quadrinhos é uma obra de arte única e exclusiva. É aquele típico exemplo a ser seguido e mostrado quando alguém diz que HQ não é arte. As paisagens são belas e os personagens são reais ao extremo. 

 

O autor Wagner Willian releva que sangrou para fazer essa história. "Algumas páginas foram pintadas a sangue. Pode parecer uma gratuidade mórbida, mas gosto de pensar que foi vital à narrativa. Usei tudo o que tinha à mão, óleo, nanquim, óxido de ferro, esferográfica, lápis... Deixei-me livre para fazer tudo da maneira mais livre possível, da maneira mais "silvestre", afirma.

divulgação

A experiência do escritor Henry David Thoreau, que se isolou para escrever suas histórias, serviu de inspiração. A história se passa em uma floresta, o lugar não é revelado e mostra um velho caçador em busca de presas. O corpo cansado o impede de caçar como antigamente, as dores o deixam lento e os reflexos também não são mais como antigamente. Depois que chega em casa o caçador prepara uma torta, a velha receita da esposa falecida, e o cheiro desse alimento chama a atenção de animais e seres ancestrais que vivem na floresta. A trama se desenvolve de forma surpreendente e deixa espaço para diversos tipos de reflexões. Cada um que ler pode interpretara história de uma maneira.

divulgação

"A escolha de um personagem velho, essa coisa da degradação do corpo, caía bem à história. Uma fragilidade mortal em paralelo às divindades extintas pelo tempo. A sabedoria aliada a isso é o que torna a envelhecer o cruel paradoxo. Se bem que muitos emburrecem com o tempo. Acho difícil ser o caso daqueles que moram isolados de tudo, como esse personagem que vive na choupana no meio do nada. Personagens assim evoluem com a natureza que lhe cerca, tornam-se o próprio lugar", conta Wagner Willian.

foto por Cauê Teixeira

A edição está muito caprichada, tem capa dura, sobrecapa, páginas com gramatura alta e custa R$ 69,90. Pode ser encontrada com desconte neste link:

https://amzn.to/2unhlM4

E para o autor foi uma honra ser publicado pela Editora.

"A Darkside tem se destacado pelo seu acabamento gráfico. Eles sabem exatamente como tornar o livro um objeto de desejo. Acredito que isso acabe atraindo os leitores. E uma das decisões de ter lançado pela Darkside foi a vontade de trazer um novo tipo de leitor para meu trabalho, leitores não habituados aos quadrinhos. Infelizmente são muitos", conta Wagner.