Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Estante da Vivi
Publicidade

‘Capitu não traiu!’: americana que viralizou ‘Memórias Póstumas’ acaba ‘Dom Casmurro’ pondo Bentinho no banco dos réus

Influenciadora Courtney Henning Novak terminou o livro em menos de uma semana, após se apaixonar por Machado de Assis

Estante da Vivi|Vivian MasuttiOpens in new window


A influenciadora americana Courtney Novak com o livro 'Dom Casmurro'


A influenciadora americana Courtney Henning Novak, 42 anos, que fez Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881) estourar nos Estados Unidos após elogiar o livro no Tik Tok, terminou nesta quarta-feira Dom Casmurro (1899), também de Machado de Assis.

Para ela, não há dúvidas: Capitu não traiu Bentinho — narrador ciumento criado pelo autor que, ao longo da obra, apresenta “indícios” do adultério da própria mulher com o melhor amigo dele.

“Eu acho que o narrador não é confiável. Ele está destruído pelo seu próprio ciúme”, afirma Novak, na publicação.

Publicidade
@courtneyhenningnovak

I cheated on my #readaroundtheworld quest and finished #DomCasmurro and my obsession with the genius that is #machadodeassis continues. What an amazing book! Is it too soon to reread it? Definitely making my book club read this when it’s my turn to pick. #booktok #booktokbrasil #bookrecommendations #favoritebooks #pageturner #booktokfyp

♬ original sound - Courtney Henning Novak

No enredo, Dom Casmurro, nome escolhido por Bentinho para escrever sua autobiografia, é um homem solitário e amargurado que acredita ter sido traído pela mulher.

Ele chega a duvidar, inclusive, da paternidade do filho. Daí o trecho famoso que diz que Capitu “tem olhos de cigana oblíqua e dissimulada”.

Publicidade

Cada vez mais interessada pelo Brasil, Courtney acabou entrando em uma das maiores polêmicas da literatura nacional.

@courtneyhenningnovak

I have a hundred pages left of The Posthumous Memoirs of Bras Cubas by Machado de Assis and this is already my favorite book. End of discussion. I do not care if the last hundred pages is just the word “banana” printed 10,000 times. Best. Book. EVER. #readaroundtheworld #booktok

♬ original sound - Courtney Henning Novak

A infidelidade de Capitu só foi questionada meio século depois da publicação do romance, quando a brasilianista americana Helen Caldwell (1904-1987) foi traduzi-lo para o inglês, em 1954.

Ela, então, inverteu a leitura do história, “absolvendo” a personagem ao se dar conta de que a narração de Bentinho não era confiável.

Depois disso, Capitu chegou a ser “formalmente julgada” por um tribunal que teve os escritores Carlos Heitor Cony e Marcelo Rubens Paiva como testemunhas, em 1999. Ex-ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos encarregou-se da acusação, enquanto a defesa ficou por conta da advogada criminal Luiza Nagib Eluf.

O adultério só deixou de ser crime no Brasil em 2005. Até então, o artigo 279 da Constituição previa que “a mulher casada” que o cometesse seria punida com a pena de prisão que iria de um a três anos.

O curioso é que, ao ler Dom Casmurro, Courtney acabou “traindo” o próprio desafio. Ela se propôs a ler apenas uma obra de cada país do mundo, em ordem alfabética. Mas tinha um Machado de Assis no meio do caminho.

“Ele deveria estar no topo com William Shakespeare”, diz ela.

Leia entrevista com Flora Thomson-DeVeaux, que traduziu Memórias Póstumas para o inglês, mora no Rio e torce para o Botafogo

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.