Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Flavio Ricco
Publicidade

A antiga deduragem mudou a cara e forma de agir, mas é tão hedionda como sempre foi

Entre os que se dedicam a isso, muitos se escondem com pseudônimos

Flavio Ricco|Flavio RiccoOpens in new window

Muitas vezes o dedo-duro se esconde atrás de pseudônimos na internet Imagem criada por IA via Visual Electric

Na ditadura, em seus momentos mais sombrios, o então dedo-duro, também conhecido como alcaguete ou caguete, levou muita gente à prisão, a torturas, inclusive do pau-de-arara, e alguns até mesmo à morte. Outros foram obrigados a deixar as suas famílias e buscar asilo em diferentes países.

Uma página das mais tristes da nossa história.

Hoje, o dedo-duro da vez aparece com outra cara e, valendo-se dos avanços proporcionados, age livremente nas redes sociais e mesmo fora delas, o tempo todo querendo estabelecer sentença para quem não pensa do mesmo jeito que ele.

Tudo virou política e ideologia.

Publicidade

Ainda que se fale de televisão, futebol, religião, turismo, culinária, música, teatro, concerto, economia ou sexo dos anjos, tanto faz. Basta uma opinião não combinar ou ser discordante, para um alguém qualquer aparecer e se julgar no direito de estabelecer seu lado: esquerda ou direita. E, isso, mesmo sem qualquer base, nem te conhecendo ou sabendo da sua vida, a sentença é determinada.

Noite e dia, em qualquer horário, a deduragem é implacável e sem qualquer pudor, muitas vezes acaçapada em pseudônimos. Trata-se de uma patrulha incessante, que está sempre em busca de uma próxima vítima e é tão nociva quanto a antiga.

Publicidade

Concordar ou discordar de alguma coisa é do jogo. Truculência e estupidez é que não pode.

Evidente que por trás de tudo, existem recalques e os sentimentos bastante ruins, mas que é uma coisa das mais desagradáveis, com certeza é.

Publicidade
Endrick e Gabriely Miranda Casamento ou não, assunto para ser tratado em casa Globo

Pra que isso?

Essa encrenca generalizada em torno do jovem Endrick, 17 anos, se casa ou não casa, com as proporções que vêm tomando e as duas famílias metidas no meio, já caiu na boca do mundo.

Desnecessário isso. Perde o jogador e perde o Palmeiras. Tipo do assunto para se resolver em casa.

Vinhetas

Como parte das comemorações pelos seus 55 anos, a TV Cultura gravou mais de 60 vinhetas com diversas personalidades brasileiras, que celebram o seu aniversário em 15 de junho.

Entre tantos nomes, Tony Ramos, Mauricio de Sousa, Tom Zé, Nando Reis, Chico César, Magic Paula, Leila Pereira, Vera Holtz, Silvia Poppovic, Cassio Scapin, Denise Fraga, Pedro Bial e Renato Aragão.

Dedo no pudim

Responsabilidades estão sendo apuradas pela Rede TV! no caso do jabá, mediante acusação de Cristian Ribeiro, que pagou R$ 10 mil para se apresentar no “Geral do Povo”. E ele pagou mesmo. Está provado.

O caso, no compliance da TV, já tem uma investigação bem avançada e recibos do depósito efetuado pelo cantor. Importante salientar que o dinheiro efetivamente caiu na conta de uma pessoa, que não tem qualquer vínculo com a casa. Por aí começa o angu da questão.

Hoje é dia

Porque domingo será o Dia das Mães, o “Geral do Povo”, normalmente exibido ao vivo, será excepcionalmente gravado nesta sexta-feira.

Diante disso, acredita-se que, ainda hoje, toda essa questão do jabá será esclarecida, com responsabilidades apuradas. Bem desagradável, porque não tem como: vai acabar sobrando.

Bruna Kury Será outro lançamento de “A Rainha da Pérsia” Divulgação

Primeiro trabalho

A série “A Rainha da Pérsia” vai marcar a estreia de Bruna Kury na televisão.

Uma participação no núcleo de Hadassa/Ester, personagem de Nathalia Florentino. Bruna, além da formação teatral, também é advogada.

Em cartaz

Sem entrar no mérito da questão, sobre o SBT ter disseminado ou não fake news no “Tá na Hora”, terça-feira, por denúncias de caminhões de doações sendo impedidos de prosseguir viagem, existe aí um erro de princípio que vem de muito tempo.

Jornalismo tem que ser feito por jornalistas.

Vem da história

Desde aquele primeiro “Aqui Agora”, exibido na década de 90, o SBT sempre cismou em querer misturar jornalismo com entretenimento.

Felizmente naquela ocasião, existiam jornalistas competentes na sua direção de jornalismo, Marcos Wilson e Luiz Fernando Emediato, que evitavam maiores besteiras e possíveis confusões.

No entanto

Essa mania de querer misturar as coisas, o SBT traz até hoje.

Assim como foi o “SBT Repórter”, durante o tempo que existiu, o “Tá na Hora” agora é um produto do entretenimento. Não dá certo. Fosse essa informação, a dos caminhões, conduzida com seriedade e sem maiores estardalhaços, seriam outros os desdobramentos. Ou, talvez, nem mesmo existiriam.

Assim seja

Em se tratando de jornalismo, especialmente sobre essa situação que o Rio Grande do Sul e o seu povo passam agora, por favor, vamos trabalhar sério.

Prestar serviço convenientemente, em primeiro lugar e antes de tudo.

Resgate de cavalo em Canoas emocionou o Brasil Reprodução/RECORD

Que momento!

Na TV, a todo instante, existem situações que mexem com o emocional de qualquer um.

Que me perdoem as novelas, séries e companhia bela, mas o resgate daquele cavalo, quatro dias ilhado, em cima de um telhado, foi uma cena para não se esquecer nunca mais. De mexer com o coração. A Record mostrou, ao vivo.

Liga dos Campeões

Apenas confirmando: Cléber Machado, Nadine Basttos, Mauro Beting e o repórter João Ventura farão a final da Champions League em Londres, no estádio de Wembley, dia 1º de junho.

Por aqui, apresentação de Fred Ring.

Tema definido

O jornalista César Galvão, nova contratação da Record, já tem sua estreia marcada para o próximo “Domingo Espetacular”.

Galvão estará à frente de uma reportagem especial sobre o caso Isabella Nardoni, assassinada em março de 2008, então com 5 anos.

Alexandre Nardoni, preso desde 2008 pela morte da filha, foi solto segunda-feira (6). A Justiça concedeu a progressão para o regime aberto.

Bate – Rebate

• CNN Brasil anunciou ontem as contratações de Victor Irajá, Luísa Martins e Teo Cury para o seu time de Brasília.

• Conforme antecipado pela coluna, e agora confirmado pela Max, as gravações de “Dona Beja” foram encerradas quarta-feira...

• ... A novela, em 40 capítulos, trará uma nova versão do sucesso dos anos 1980 com Grazi Massafera como protagonista e ainda não tem data de lançamento prevista.

• O ator-mirim Antônio Menqui, em sua estreia no audiovisual, vive Ayrton Senna na série da Netflix, ainda sem data de lançamento...

• ... Vai dividir cenas com Marco Ricca (Miltão, pai), Susana Ribeiro (Zaza, mãe) e a também estreante Sophia Turini(Viviane, irmã).

• Joana Treptow será a apresentadora da sessão “Hora Max” na Band, com estreia dia 31, às 22h30...

• ... Espaço dedicado a séries que estão disponíveis na plataforma de streaming...

• ... Na estreia, “Operação Fronteira Brasil”.

• Virginia Fonseca fará um especial de Dia das Mães, sábado no SBT, recebendo familiares...

• ... Além do marido e cantor Zé Felipe, estarão Margareth Serrão (mãe da apresentadora) e suas oito irmãs.

· Marcelo Adnet vai comandar um quadro de humor dentro da “Central Olímpica”, programa que será apresentado por Tadeu Schmidt e Fernanda Garay, na Globo, durante os Jogos Olímpicos.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.