Flavio Ricco Bem no jornalismo e dramaturgia, TV perdeu a mão no entretenimento

Bem no jornalismo e dramaturgia, TV perdeu a mão no entretenimento

Por que deixamos de lado as oportunidades que o entretenimento oferece?

  • Flavio Ricco | Do R7

Marcelo Adnet,  grande nome do humor, está fora do ar

Marcelo Adnet, grande nome do humor, está fora do ar

divulgação

Importante bater na mesma tecla: o progresso observado pela televisão, ao longo dos tempos, foi algo notável, em seus mais diferentes setores, em um avanço que nos surpreende, não só pela velocidade com que tudo acontece, mas também, e principalmente, pelo poder de atender o público em todos os seus interesses.

No jornalismo e na teledramaturgia, estamos entre os melhores do mundo. As nossas novelas e séries são produzidas em padrões dos mais elevados, assim como a prática de bem informar.

Mas essa mesma TV, por motivos e circunstâncias vários, também permitiu que elementos importantes do entretenimento ou fossem postos de lado, ou não recebessem mais o tratamento que tiveram em outros tempos.

Por que, como aqui já se falou, deixamos de lado as possibilidades que o entretenimento oferece?

Há todo um mercado a ser explorado e redescoberto, entre criação e produção de novos programas. A volta de uma “linha de shows” bem elaborada e desenvolvida ao gosto do que o público espera receber poderá fazer a diferença na vida de qualquer TV que se atreva a dar o primeiro passo.

Por enquanto, de novidades por aí não temos nenhuma, o que demonstra até uma certa incapacidade.

Acomodação (1)

Se em setores, dramaturgia e jornalismo, já citados, o crescimento foi extraordinário, isto também se deve a quase uma obrigação que a TV sempre teve em querer evoluir.

Não tinha como. Como, no mundo de hoje, não dar à informação o respeito ou a importância que merece? Ou como não investir na imprescindível teledramaturgia?

Acomodação (2)

Na parte que toca ao entretenimento, tudo se modificou, a partir do instante em que ficou mais fácil “comprar feito”. 

A “indústria dos formatos” tomou conta, muitas vezes jogando goela abaixo do público produtos que nada têm a ver com os nossos modos e costumes. Deu no que deu.

Líder do CQC, Marcelo Tas apresenta o #Provoca na Cultura

Líder do CQC, Marcelo Tas apresenta o #Provoca na Cultura

divulgação

Constatação

Meio que em cima de tudo, é sempre importante observar como determinados programas marcam a carreira dos seus participantes.

Do “CQC”, da Band, os seus integrantes, alguns com carreira já antes, mas outros depois, souberam se estabelecer no mercado. Estão todos por aí, separados, mas bem…

Primeiro dia

Walter Zagari esteve na Band, na segunda-feira, visitando as instalações do departamento comercial e travando o primeiro contato com aquela que será a sua equipe de trabalho.

Uma ocasião que também serviu para pedir a colaboração de todos.

Detalhe

Neste seu novo desafio, agora à frente do comercial da Band, Zagari chega acompanhado dos executivos Hilton Madeira, Paulo Franco e Rosana Trovão.

Em um comunicado, nesses próximos dias, a Band vai informar a função de todos, mas sabe-se que Paulo Franco fará a interface entre o pessoal de vendas e a programação.  

Escalado

Jayme Periard, um ator de grandes trabalhos e já há tempos nesta estrada, foi confirmado no elenco de “Família é Tudo”, do Daniel Ortiz, substituta de “Fuzuê”, na Globo.

Vai ser o pai do Renato Góes.

A confirmar

Está rolando um papo de que a novela do Mauro Wilson, com o título de “Conta Comigo”, está deixando a fila das 19h da Globo.

É que no lugar dela vai entrar um trabalho da Cláudia Souto, isso depois de “Fuzuê” e “Família é Tudo”, que ainda vem aí.

Roberto Cabrini apresenta hoje a 'Retrospectiva' da Record

Roberto Cabrini apresenta hoje a 'Retrospectiva' da Record

Divulgação/RECORD

É com ele

Roberto Cabrini, que neste ano fez a cobertura de duas guerras, é quem vai conduzir a "Retrospectiva" do Jornalismo da RECORD, nesta quinta, a partir das 22h45.

Além de relembrar origens e desmembramentos desses conflitos, neste especial será destacado o que aconteceu de importante no mundo, na nossa política, economia e esporte ao longo do ano ainda curso.

Toque pessoal

Na “Renascer”, da Globo, que vem aí, o autor Bruno Luperi, para melhor amarrar algumas tramas, vai se valer de personagens que não existiram na versão original do seu avô, Benedito Ruy Barbosa.

Firmino, escrito para Enrique Diaz, é um deles.

Oliveira Andrade vai transmitir o Paulistão na Record

Oliveira Andrade vai transmitir o Paulistão na Record

Divulgação

Paulistão

Corinthians e Guarani será o primeiro jogo do Campeonato Paulista 2024, que terá transmissão da RECORD, marcado para o domingo, 21 de janeiro de 2024.

A novidade, em relação ao que vinha acontecendo, é que agora os jogos da televisão serão às 18 horas.

Briga na cozinha

Na nova novela do João Emanuel Carneiro, com estreia só no segundo semestre do próximo ano na Globo, a sinopse apresentada prevê uma rivalidade forte entre duas chefs de cozinha.

Algo que poderá lembrar Carminha e Nina, de “Avenida Brasil”, mas agora em meio a receitas, panelas, pratos e ingredientes um pouco diferentes.

É com ela

Monica Pimentel, número 1 da Warner aqui no Brasil, é quem vai tomar as decisões, quando julgar necessárias, sobre a exibição de novelas ou séries da HBO na TV aberta.

Nos interiores, comenta-se, já existem interessados.

Fim do contrato

Termina neste domingo, dia 31, o contrato de Milton Neves com a Rádio e TV Bandeirantes.

Nesta sua segunda passagem, foram 18 anos de casa.

Documento que Milton Neves enviou no dia 30 de novembro

Documento que Milton Neves enviou no dia 30 de novembro

reprodução

Porém...

Um documento, com cópia enviada à coluna, demonstra que Milton Neves solicitou em 30 de novembro o seu desligamento do Grupo Bandeirantes de Comunicação.

Um pedido, segundo a nota, feito por livre e espontânea vontade, com agradecimentos pela oportunidade de ter trabalhado lá e dando total quitação por qualquer eventual verba que tivesse a receber.

Bate – Rebate

• “Vale Tudo” vem ganhando forma e cores para ser novo remake da Globo...

• ...Agora vamos combinar: depois do sucesso de “Pantanal”, houve a decisão na Globo de investir em novos remakes...

• ...Mas isso vem escancarando também a falta de bons textos originais para atender às necessidades.   

• No SBT, existem possibilidades em estudos para ampliar as atividades do seu departamento de esportes...

• ...Por aí também há o desejo de sair em busca de novos direitos.

• Assim como na Globo, o canal GloboNews deve observar mudanças no comecinho do ano...

• ...Mas informa-se que serão casos bem pontuais, nada que altere sua grade de programação.

• Não existe nada escrito, muito menos assinado, entre SBT e João Augusto, filho do Gugu, mas o combinado de uma conversa mais definitiva ficou para acontecer entre março e abril...

• ...Há o desejo de fazer com ele alguma coisa para os finais de semana.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas