Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Férias de Marcão do Povo levanta suspeita de saída do SBT

Flavio Ricco|Do R7 e Flavio Ricco

Marcão do Povo, do 'Primeiro Impacto', no SBT: processo da Ludmilla
Marcão do Povo, do 'Primeiro Impacto', no SBT: processo da Ludmilla Marcão do Povo, do 'Primeiro Impacto', no SBT: processo da Ludmilla

O apresentador Marcão do Povo não aparece nas próximas escalas do "Primeiro Impacto", no SBT. E isso tem levantado suspeitas da equipe do jornalístico de que se trata apenas de uma decisão temporária, que poderá culminar com sua saída em definitivo.

Segundo apurado pela coluna com fontes oficiais da emissora, Marcão estará “formalmente em férias durante o mês julho”.

Nos interiores, no entanto, existe o comentário de que ele não volta.

Também como informação que vem do SBT, data hoje, o “Primeiro Impacto” voltará com sua duração e formação normal, a partir de 1º de agosto.

Publicidade

Tem julho pra ser decidido o que vai acontecer.

Se é que vai acontecer alguma coisa, ou não vai acontecer nada. 

Publicidade

O fato é que a nova vice-presidente da casa, Daniela Beyruti, não tem perdoado. Dudu Camargo, como se sabe, já foi embora depois de confusões internas e processo da cantora Simony.

Em comunicado interno, sobre o “Primeiro Impacto”, a emissora informa que “o jornal terá uma mudança de horário a partir de segunda-feira. Continua entrando às 6 e passa a sair às 9h30. Será apresentado pelo Felipe Malta e o Darlisson Dutra. O horário de todo mundo será o mesmo: das 3 às 10. Depois do jornal, vamos voltar a fazer uma minirreunião pra alinhar o que for preciso. Segue a escala da próxima semana: 3 a 8/07. Felipe Malta de 6 às 8h00; Darlisson de 8h00 às 9h30".

Publicidade

Marcão não aparece na nova programação.

Como se sabe, o apresentador foi condenado pelo crime de racismo contra a cantora Ludmilla. A decisão é do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, de quinta-feira (22/6), que julgou um recurso dos advogados da cantora. Ludmilla espera que o SBT demita o profissional.

Em 2017, o jornalista se referiu à cantora como "pobre macaca" durante uma edição do programa "Balanço Geral" (Record), no Distrito Federal. Após o ingresso da ação da artista, a 3ª Vara Criminal de Brasília absolveu o apresentador, em 2021.

No novo julgamento, os desembargadores decidiram condenar Marcão por 3 votos a 0 e determinaram uma pena de um ano e quatro meses de prisão. A detenção foi substituída por pena restritiva de direitos, que será decidida pelo juízo da execução criminal.

Além disso, a punição inclui uma indenização à cantora, a prestação de serviços comunitários e o pagamento de valores a instituições sociais.

A assessoria de Ludmilla confirmou a condenação e afirmou que o valor será doado pela cantora a uma instituição dedicada à causa racial e ao combate ao racismo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.