Flavio Ricco Joint venture da Record, SBT e Rede TV! investe no streaming 

Joint venture da Record, SBT e Rede TV! investe no streaming 

Simba volta suas atenções para o streaming

Simba volta suas atenções para o streaming

Reprodução

A Simba Content, empresa programadora de televisão por assinatura criada em 2016, a partir de uma joint venture formada por Record, Rede TV! e SBT para distribuição de seus sinais entre as operadoras, volta agora as atenções para o streaming.

De acordo com comunicado da empresa, a Simba “iniciou com grande otimismo as negociações para veicular seu conteúdo em plataformas de streaming e já conta com parceiros de peso no OTT (Over The Top). Os canais Record TV, Rede TV! e SBT agora podem ser encontrados nos catálogos das plataformas DirecTV Go e Sky Play”.

Informa ainda que, “além destas parcerias, a empresa também está em processo avançado de negociação com outras plataformas nacionais e internacionais de grande expressão” e que avançam igualmente as conversas com diversos ISPs (Internet Service Providers) que se mostraram interessados em disponibilizar os conteúdos da Simba em suas plataformas.

Observa ainda que o público que assiste aos seus canais já possui o hábito de consumir conteúdo online.

E destaca: “segundo dados da Kantar Ibope Media, 80% desse público acessou plataformas de vídeo nos últimos 30 dias. Esse indicador mostra o alto potencial de crescimento da Simba no segmento digital over the top”.

Carlos Alkimim, diretor de contratos e distribuição da Simba, comenta: “Juntos, os nossos canais somam um alcance médio diário de 72,9 milhões de pessoas, mostrando que estes já são bem consolidados quando falamos de TV aberta e TV paga. Agora queremos ampliar esse alcance. Acreditamos que a democratização do acesso à programação de qualidade é muito importante para o crescimento da indústria audiovisual nacional”.

O executivo chama atenção para outro detalhe: “temos acompanhado todas as mudanças na forma como os telespectadores consomem entretenimento e é inegável que atualmente as plataformas de streaming têm ganhado espaço no mercado de distribuição de conteúdo devido ao maior acesso da população aos dispositivos com conexão à internet, como, por exemplo, Smartphones e Smart TVs”.

E conclui: “temos certeza de que a viabilização de novas parcerias com plataformas de streaming é extremamente importante nesse momento”.

Últimas