Flavio Ricco Jornal da Record estreia série sobre transplantes de órgãos no Brasil

Jornal da Record estreia série sobre transplantes de órgãos no Brasil

  • Flavio Ricco | Do R7

Ari Peixoto é um dos repórteres da série 'Corrida pela Vida', do 'Jornal da Record'

Ari Peixoto é um dos repórteres da série 'Corrida pela Vida', do 'Jornal da Record'

divulgação

O “Jornal da Record” inicia, nesta segunda-feira (9), a exibição de uma série especial sobre os bastidores do processo de transplante de órgãos no Brasil.

“Corrida pela Vida” é o título.

Detalhe: uma reportagem do “Domingo Espetacular” produzida por Carolina Ferraz e Eduardo Ribeiro vai abrir os trabalhos.

Nesta nova série do “JR”, o público acompanhará a tensão, a correria, a espera da família e a expectativa dos núcleos de transplante para que ocorra tudo como o planejado.

São situações complexas e delicadas, que precisam ser cronometradas minuto por minuto.

A equipe do jornal teve acesso à CNT (Central Nacional de Transplantes), em Brasília, e acompanhou a negociação de doação de órgãos entre os estados.

Vai mostrar a corrida por terra, pelo ar, dentro do hospital e na central de transplante – processo que envolve também a FAB (Força Aérea Brasileira) e o helicóptero Águia na captação de órgãos.

Destaca toda essa movimentação e o papel dos profissionais que trabalham na corrida contra o tempo para salvar vidas.

“Corrida pela Vida” foi produzida pelo jornalista Marcelo Souza.

As reportagens são de Cleisla Garcia e Ari Peixoto, que faz sua estreia em séries especiais.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas