Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Flavio Ricco
Publicidade

O paparicado streaming também tem lá os seus sérios defeitos

Flavio Ricco|Do R7 e Flavio Ricco

Michele Riondino e Lucrezia Guidone em uma das cenas de "Fidelidade"
Michele Riondino e Lucrezia Guidone em uma das cenas de "Fidelidade" Michele Riondino e Lucrezia Guidone em uma das cenas de "Fidelidade"

Antes restrita apenas aos polos principais, como Estados Unidos, França, Espanha e Itália, a produção de séries se estendeu também de forma bem interessante por quase o mundo inteiro.

Israel, Índia, Argentina, Japão, México e Brasil, além de outros tantos, também começaram a apresentar trabalhos dos mais interessantes.

O problema é que uma boa maioria, mesmo com orçamento aprovado para só uma e sem ter certeza do que poderá acontecer, sempre cogita a possibilidade de estender-se por três, quatro e mais temporadas ou até quando der.

E o resultado, no caso de muitas delas, é que nunca mais se tem nenhuma notícia. Acabam sem ter terminado. A continuidade, por qualquer razão, não foi possível e não veio a acontecer. Nada mais frustrante. As apostas são feitas no escuro.

Publicidade

A bem-sucedida “Lupin” é um desses exemplos. O gancho no fim de um lote de episódios fica no ar, mas não passa a certeza de nada. “Fidelidade”, italiana, a mesmíssima coisa. Tramas encaminhadas, mas não concluídas. E, assim como essas, uma infinidade de outras. Como isso deve ser resolvido, cabe às principais produtoras decidir, mas que é algo sempre muito frustrante pode ter certeza de que é.

Tem mais

Publicidade

Outro problema grave: mesmo quando existem novas temporadas, é o tempo que demoram a ser produzidas e disponibilizadas.

Na maioria das vezes é tanto que ninguém quase se lembra da anterior.

Publicidade

Ibope

Hoje, o Ibope já tem a audiência da Netflix, Globoplay e assim por diante. Isso está no mercado. Quanto cada uma delas está registrando. O que não existe ainda é a pontuação de cada conteúdo. É o que está faltando. Por exemplo, “La Casa de Papel”, quanto? E assim por diante.

Mas cogita-se para outubro ou novembro o início de mais essa amostra.

Igor Cotrim é Eliude na primeira temporada de “Reis”
Igor Cotrim é Eliude na primeira temporada de “Reis” Igor Cotrim é Eliude na primeira temporada de “Reis”

Flutuante

Sobre a série “Reis”, da Record, escrita por Raphaela Castro, observa-se um cuidado grande no roteiro em promover o “protagonismo flutuante”.

A produção dá espaço aos mais diferentes personagens, e todos têm a oportunidade de aparecer. 

Quem mandou?

Vida de colunista, às vezes, não é fácil. Sabe aquela do Joãozinho, no castigo, que entrega o Zezinho dizendo que ele fez a mesma coisa?

É o que acaba de acontecer.

Ato nº 1

Aqui se falou que a direção da Rede TV! decidiu cobrar um mínimo de audiência dos seus programas.

E contou também que o "Superpop", tentando atingir objetivos traçados, escancarou um programa de genitálias femininas.

Ato nº 2

Publicada a nota, o pessoal da Rede TV! resolve se manifestar e se defender, alegando que a Catia Fonseca, antes, tinha feito a mesma coisa no seu programa na Band, inclusive usando maquetes e ilustrações para melhor revelar “os lábios grandes e pequenos”.

O que dizer? Errou também. Portanto, as duas, agora, no cantinho do pensamento. Tá vendo como é?

Julia Dalavia entra em "Pantanal"
Julia Dalavia entra em "Pantanal" Julia Dalavia entra em "Pantanal"

Passagem de tempo

Amanhã, terça-feira, começa uma nova fase em “Pantanal”, com salto de 20 anos e a entrada de novos personagens. Guta (Julia Dalavia) é filha de Tenório (Murilo Benício) e Maria (Isabel Teixeira).

Volta de São Paulo, onde se formou engenheira civil, e descobre da pior maneira possível que Tenório tem uma segunda família, depois de se apaixonar pelo irmão.

Vem aí

Com o fim de “Se Nos Deixam”, no começo de maio, o SBT seguirá, por enquanto, com dois títulos nas "Novelas da Tarde". A avaliação é que muitas trocas estão sendo prejudiciais à audiência quando, por exemplo, comparada à do ”Vale a Pena Ver de Novo”, da Globo, que fica no ar durante uma hora e meia.

“La Desalmada”, sucesso da Televisa, já está dublada e pronta para exibição no segundo semestre.

Recuperada

A Globo agora vive um momento tranquilo com “Além da Ilusão”, novela das 18h protagonizada por Larissa Manoela e Rafael Vitti. Ibope reagindo melhor, depois de um começo assim, assim.

As gravações continuam até agosto, quando também terminará a sua exibição.

Leandro Stoliar em gravação de série especial para o "Jornal da Record"
Leandro Stoliar em gravação de série especial para o "Jornal da Record" Leandro Stoliar em gravação de série especial para o "Jornal da Record"

Série especial

O “Jornal da Record” estreia nesta segunda-feira (11) a série especial “Voltando ao Normal”, sobre as heranças da pandemia da Covid-19. Vai abordar diferentes aspectos da sociedade que foram abalados pelo surto da doença. O que ficou para as empresas desse período?

Quais lições vão ser mantidas pelos trabalhadores? Como tem sido a volta à rotina nos escritórios, nas fábricas, a geração de emprego com a reabertura de quase 100% em todo o país? As reportagens são de Leandro Stoliar em São Paulo e Uberaba e Vanessa Libório no Rio. O telejornal começa às 19h45.

Time forte

O elenco que a HBO Max está montando para sua primeira telessérie, “Segundas Intenções”, é dos mais interessantes. Camila Morgado, Camila Pitanga, Fagundes, Daniel de Oliveira, Alice Wegmann, Gianecchini...

É esse mesmo o plano traçado: juntar o que há de melhor no mercado.

Está andando

O projeto da Liga dos Clubes Brasileiros está em curso e já em um estágio bem avançado.

A partir da sua criação, será dela toda a organização do Campeonato Brasileiro, assim como ficará sob a sua responsabilidade a negociação dos direitos de transmissão. Não mais pelos clubes, como acontece atualmente.

Departamento feminino

Com a saída de Maria de Medicis, Denise Saraceni, Flavia Lacerda e Joana Jabace, caiu bastante o número de mulheres em posição de comando nas novelas da Globo. 

Agora, só Amora Mautner e Natalia Grimberg.

Luiz Carlos Vasconcelos e Fabíola Ataíde nos bastidores de "Cangaço Novo"
Luiz Carlos Vasconcelos e Fabíola Ataíde nos bastidores de "Cangaço Novo" Luiz Carlos Vasconcelos e Fabíola Ataíde nos bastidores de "Cangaço Novo"

Cangaço

Luiz Carlos Vasconcelos está gravando a série “Cangaço Novo” para a Amazon em várias regiões da Paraíba e com a participação de diversos atores de lá. Fabíola Ataíde entre eles.

A direção é de Ary Muritiba.

Bate – Rebate

• Está em processo de finalização o documentário sobre Hebe Camargo, realizado pela roteirista Carolina Kotscho...

• ...Trabalho que reúne depoimentos de cerca de 40 pessoas, entre famosas e anônimas, que conviveram com a apresentadora...

• ...Marcelo, filho de Hebe, ainda não sabe quando será lançado...

• ...Talvez em setembro, quando se completam dez anos de sua morte. Na Globoplay.

• Augusto Madeira também vai fazer a audiossérie do Batman, parceria da Spotify, Warner Bros. e DC, junto com Rocco Pitanga e Tainá Muller.

• Já vou avisando: amanhã, 18h, ao vivo, tem Christina Rocha no “Programa de Todos os Programas”, do R7. Ao vivo.

• Carlos Alberto de Nóbrega abriu o sítio dele, na sexta-feira, para uma entrevista com a Eliana.

• A apreensão de drogas e mercadorias falsas é frequente em Cumbica. Faz parte da rotina das autoridades...

• ...Só que também é complicado tratar das cargas especiais...

• ...“Aeroporto”, desta segunda, com Cesar Filho, na Record, mostra os preparativos dos agentes da Vigilância Agropecuária Internacional para receber um leão vindo da Holanda. Às 22h45.

• Natalia Grimberg, diretora artística de “Cara e Coragem”, na Globo, escreveu o romance “Cuidado”, sobre como lidamos com nossos próprios desejos....

• ...O lançamento do livro será nesta terça-feira, dia do aniversário dela, às 19h, na Livraria da Travessa do Barra Shopping, no Rio.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.