Flavio Ricco Outra pioneira: morre Idalina de Oliveira, garota-propaganda da Record

Outra pioneira: morre Idalina de Oliveira, garota-propaganda da Record

Ela estreou na TV aos 17 anos e fez sucesso. Neste sábado (4), aos 87 anos, a artista morreu em seu apartamento, em São Paulo

  • Flavio Ricco | Do R7

Morre Idalina de Oliveira

Morre Idalina de Oliveira

Arquivo Record

Idalina Oliveira, outra grande pioneira da televisão, nos deixou neste último sábado (4). Estava com 87 anos. Estreou na TV com 17 anos e só podia trabalhar quando estivesse acompanhada de um responsável.

A família preferiu não divulgar a causa da morte. Idalina, também cantora, atriz e apresentadora, sempre chamou atenção para sua desenvoltura e beleza, e era uma das preferidas das grandes marcas da época — entre eletrodomésticos, produtos de beleza e limpeza — para falar dos seus produtos.

Tudo feito ao vivo, algo muito próximo do que muitas TVs ainda praticam em suas ações de merchandising: uma pequena bancada e muita desenvoltura para, em poucos minutos, tentar buscar a atenção do público-alvo.

Alta, magra, olhos verdes, foi uma artista que chamou atenção também pela sua beleza.

Idalina participou de vários programas e seriados da Record TV, onde iniciou sua carreira, como a “Ginkana Kibon”, sob o comando de Vicente Leporace, e o seriado “Turma do Sete”.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Além do sucesso na TV, Idalina, nascida em São Paulo no dia 26 de outubro de 1936, também tentou carreira como cantora, porém os fãs preferiam vê-la atrás das telas como garota-propaganda e apresentadora, conforme revela o Museu Brasileiro de Rádio e Televisão.

No mesmo dia em que a televisão chora a morte de Lolita Rodrigues, chega a informação do falecimento desta grande artista, que preferiu passar esses últimos anos recolhida em seu apartamento em Pinheiros.

Rita Lee, Matthew Perry e Gloria Maria: veja famosos que morreram em 2023

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas