Flavio Ricco Record apresenta, domingo, maior best-seller de todos os tempos

Record apresenta, domingo, maior best-seller de todos os tempos

  • Flavio Ricco | Do R7

O repórter André Tal se emocionou em diversos momentos do seu trabalho na Terra Santa

O repórter André Tal se emocionou em diversos momentos do seu trabalho na Terra Santa

Divulgação Record TV

Está confirmada para a próxima terça-feira (23), na Record, a estreia de A Bíblia, com um apanhado dos trechos mais importantes de Gênesis, Os Dez Mandamentos e A Terra Prometida, produções de grande sucesso que, exibidas em sequência, preparam o público para o lançamento da novela Reis, no começo do ano que vem.

Como parte de todo esse processo, neste fim de semana, após a exibição do Domingo Espetacular e de A Fazenda, será levado ao ar um documentário especial com os principais pontos de Israel, onde arqueólogos fizeram descobertas impressionantes — e comoventes — sobre o Livro dos livros.

Alguns dos maiores especialistas mundiais no assunto falam sobre a inacreditável jornada de sobrevivência da Bíblia, uma publicação perseguida ao longo de milhares de anos, mas que resistiu ao tempo, à força da natureza e à mão do homem para se tornar o maior best-seller de todos os tempos.

“Eu não sei o que aconteceu com as pessoas que esconderam os pergaminhos. Talvez tenham sido mortas por romanos. Mas elas ainda disseram: ‘Nós queremos proteger esses pergaminhos. Porque essa é a vontade de Deus’”, afirma o arqueólogo israelense Eli Shukron. 

O repórter André Tal, que comandou a expedição pela Terra Santa, se emocionou ao entrar em uma das cavernas de Qumran, onde durante 2.000 anos ficaram escondidos os Manuscritos do Mar Morto — os pergaminhos bíblicos mais antigos já encontrados. "É impressionante. Incrível. E um privilégio estar aqui", ele narra, agachado, devido ao pequeno espaço de abertura cravado no alto de um morro.

A reportagem também mostra o esforço dos pesquisadores para conservar essas relíquias nos dias de hoje. O trabalho nos bastidores do Museu de Israel, onde está a maior parte dos Manuscritos do Mar Morto, foi acompanhado. Assim como o laboratório que cuida diretamente da preservação desses achados. “É um pergaminho de 2.000 anos que foi encontrado totalmente preservado. E, se a gente for ler hoje aqui, vai encontrar as mesmas palavras que são encontradas na Bíblia atualmente”, afirma Joe Uziel, chefe da unidade dos Manuscritos do Mar Morto da Autoridade de Antiguidades de Israel, ao mostrar o fragmento de um dos pergaminhos às nossas câmeras.

A equipe passou ainda por outros pontos importantes de Israel que ajudam a contar a história de força e resistência da Bíblia. Gravações no Mar Vermelho, no Deserto da Judeia e no Deserto de Neguev fazem parte do programa especial.

O repórter André Tal também esteve diante da chamada Caverna do Horror, local onde ocorreram as descobertas mais recentes de registros bíblicos — o anúncio desses achados foi feito no começo deste ano. “Você vive em Israel, você está caminhando na Bíblia”, afirma o escritor e historiador Efraim Rushansky, que mora há 50 anos na Terra Santa.

A História do Maior Best-Seller de Todos os Tempos vai ao ar neste domingo, logo depois de A Fazenda.

Últimas