Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Keila Jimenez - Blogs
Publicidade

Imprensa britânica torce para que o casamento entre príncipe Harry e Meghan Markle acabe

Casal nunca jogou o jogo da mídia, que se alimenta desse conto de fadas pantanoso que é a vida da monarquia

Keila Jimenez|Do R7

Mais do que o rei Charles, o irmão William e o fantasma da rainha Elizabeth, a imprensa britânica torce com todas as forças para que o casamento do príncipe Harry com a esposa, Meghan Markle, realmente acabe.

Sabe por quê? Porque Harry e Meghan nunca jogaram o jogo da mídia inglesa, principalmente dos tabloides britânicos, que se alimentam desse conto de fadas pantanoso que é a vida da monarquia.

Simmm… Tão certo como as horas do Big Bang de Londres é o fato de que jornais e tabloides locais são alimentados diariamente por news e fakes vindos da própria monarquia, pois um depende do outro para sobreviver…

Só que, se depender de Harry e Meghan, os dois, monarquia e tabloides, poderiam morrer à míngua… Essa é a real.

Publicidade

Mas de onde veio esse ódio todo pelo casal?

Na primavera de 2017, Meghan Markle era a queridinha da imprensa britânica. Desde sua primeira aparição pública com o príncipe, tabloides como The Sun publicaram chamadas como "Meghan Markle adota estilo casual para assistir a Harry jogar polo".

Publicidade

Diferentemente de seu estudioso irmão mais velho, William, o príncipe Harry já havia aparecido em matérias escandalosas sobre o uso de drogas e festas selvagens, mas a imprensa britânica estava disposta a perdoar e esquecer.

Eles gostaram de Meghan — ela representou a personificação de todas as mudanças que ocorreram na sociedade nos últimos anos. O mundo estava aparentemente pronto para ela. Aparentemente.

Publicidade

Logo Harry e Meghan resolveram mostrar que ali o buraco era mais embaixo. Eles não gostavam da imprensa e deixavam isso bem claro. Não davam brechas. Não alimentavam fofocas, pelo contrário. Quebravam tradições milenares dessa relação tóxica (monarquia/tabloides) ignorando, por exemplo, que a primeira imagem do filho do casal deveria sair em um jornal britânico em vez do Instagram… Sim… O mundo conheceu pela primeira vez o primogênito de Harry por uma rede social do casal… Como assim?

E o ódio cresceu com quebra de protocolos, com as reclamações de Harry em relação à perseguição da imprensa. Logo tudo que Meghan fazia virava crítica. Era a reforma da casa, o anel novo, a roupa que ela usava…

• Compartilhe esta notícia no WhatsApp

• Compartilhe esta notícia no Telegram

No batizado do filho mais confusão. Nem jornalistas nem o público foram autorizados a participar do evento — que tradicionalmente é público. No entanto, o casal pediu desculpas e prometeu publicar as fotos mais tarde.

O Telegraph respondeu com uma coluna intitulada "Carta aberta a Meghan: por que o sigilo sobre o batismo de Archie? Dói a nós, o povo britânico".

Eles quebravam “regras” importantes para a imprensa local. Meghan e o Harry já foram vistos tendo uma "conversa intensa". Eles não deveriam assinar autógrafos, mas Meghan faz isso com prazer.

Meghan parece ter decidido reescrever todas as regras - e algumas pessoas odeiam isso.

Vieram então as acusações de “racismo” envolvendo membros da monarquia, os desabafos de Harry e Meghan para a norte-americana Oprah (mais uma vez a imprensa britânica escanteada), série, livro, abandono das funções e cargos da realeza, mudança para os EUA… Tudo isso sempre culpando com veemência as perseguições dos jornalistas ingleses ao casal.

Harry e Meghan queriam fugir de tudo isso, mas fugir não é tão simples assim. A última integrante da realeza a tentar fugir dos vampiros de Buckingham acabou morrendo em um acidente de carro, fugindo dos paparazzi. Harry cresceu sabendo disso. Perdeu a mãe e não queria perder a esposa.

Claro que toda essa pressão e a briga com família real pode realmente ter atrapalhado o casal e não duvido de crises conjugais entre eles. Qual casal não brigaria diante de uma treta assim? O cara está sem falar direito com o pai e o irmão…. A mulher dele não pode pisar na Inglaterra..

Talvez Harry tenha mesmo procurado advogados para falar sobre um possível divórcio de Meghan. Mas também não duvido que todas essas histórias de separação sejam fruto do ódio da monarquia e dos tabloides britânicos pelo casal que não quis brincar de casinha no Castelo de cartas marcadas construído por todos eles.

Harry e Meghan: veja sete revelações chocantes feitas em série documental

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.