Japão lança 'máscara inteligente': amplifica voz e traduz em 8 idiomas

Vem aí a C-Face, máscara contra o coronavírus que acessa o celular, faz chamadas, traduz em oito idiomas e ainda funciona como amplificador de voz

C-Face é a máscara inteligente

C-Face é a máscara inteligente

Parece ficção científica, mas não é.

Uma máscara de proteção contra o coronavírus ganhou os noticiários da TV japonesa nesta terça-feira (21).

Trata-se de uma máscara facial “inteligente”, invenção da também japonesa Donut Robotics.

A nova máscara é capaz de traduzir o que o usuário está dizendo em oito idiomas diferentes, acessar o WhatsApp pelo comendo de voz, fazer chamadas telefônicas, entre outras coisa. A novidade também traz um recurso muito interessante: amplifica a voz do usuário, uma vez que uma das maiores reclamações de quem usa máscara é de que não consegue entender o que as pessoas falam.

Batizada de C-Face, a máscara protege contra o Covid-19 e também traduz o que o usuário fala do japonês para vietnamita, inglês, espanhol, chinês, coreano, tailandês, indonésio e francês. Não, a invenção não fala português ainda. A idéia é que o usuário tecle cada vez menos o telefone, e não precise tirar a máscara para falar com as pessoas ou falar ao celular, diminuindo o risco de contaminação.

E como esse brinquedinho funciona? A tecnologia acoplada em uma máscara de tecido comum, e se conecta nos demais equipamentos eletrônicos por meio de  um aplicativo de smartphone - via Bluetooth - para traduzir as palavras em mensagens de texto. 

O acessório custa cerca  US$ 40 (R$ 210). Cara né? Afinal, a máscara inteligente é descartável. As primeiras máscaras desse modelo começam a ser vendidas no Japão em setembro.

A empresa também planeja vender na Europa, EUA e China . O projeto foi criado em apenas um mês é fruto de um financiamento coletivo em um site japônes.