Luto na família de Claudia Raia: coronavírus faz mais uma vítima

Regina Célia, que era considerada uma 'segunda mãe' por Enzo e Sophia, filhos da atriz, vinha lutando desde o dia 12 contra o coronavírus

Enzo e Sophia tiveram os cuidados de Celinha por anos

Enzo e Sophia tiveram os cuidados de Celinha por anos

Reprodução

Dia de grande tristeza para a família de Claudia Raia.

Morreu nesta terça-feira, 26, a 'babá' dos filhos da atriz , Regina Célia da Silva, vítima de coronavírus. 

Claudia Raia usou suas redes sociais nesta terça-feira (26) para lamentar a morte da ex-funcionária, que era tratada pelos filhos da Claudia, Enzo e Sophia, como uma 'segunda mãe'. A atriz chegou a falar em uma live sobre a internação de 'Celinha', como era chamada.

"Quero deixar aqui uma singela homenagem pra expressar todo meu amor e minha gratidão, por você ter sido esse ser de luz em nossas vidas. Você nos ajudou muito, fez muito pelos meus filhos, sem você eu não teria conseguido chegar onde eu cheguei", escreveu a atriz em parte da homenagem, compartilhando fotos de Enzo Celulari e Sophia Raia ao lado da funcionária.

"Você foi minha fiel escudeira, um ser humano precioso, com um coração gigantesco, uma pessoa que só cuidou de anjinhos e tenho certeza que a sua passagem será feita com muitos anjos lindos, música, dança e muita alegria! Regina Célia da Silva, nossa Bazinha... vá em paz meu amor, te amamos muito e pra sempre!", continuou Claudia.

Enzo, que tinha uma ligação especial com Regina, está arrasado com a perda. Ela seguia frequentando a casa da família, e era tratada como uma parente muito querida. Amigos famosos de Claudia Raia e do ex, Edson Celulari, sabem do carinho da família com Celinha.

"Um vírus maldito que leva consigo pessoas amadas e do BEM. Essa ao meu lado é a Regina Célia da Silva, também conhecida como Celinha e para os mais íntimos, Bá. Uma mulher forte, atenta e protetora. Que a sua passagem seja plena e seu novo caminho repleto de luz e paz. A você, Bá, o nosso MUITO OBRIGADO por todo seu carinho, dedicação e amor incondicional.Nossos momentos, broncas e risadas ficarão para SEMPRE guardados aqui dentro. Voe alto nosso anjinho! Nós te amamos MUITO", escreveu ao postar uma foto da infância com a babá.


Regina ficou internada em uma clínica no Rio de Janeiro durante 12 dias antes de morrer nesta terça-feira (26).