Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Marcelo Medici volta aos palcos para comemorar 20 anos de 'Cada Um Com Seus Pobrema'

Peça traz de volta personagens icônicos como a famigerada Tia Penha e o corintiano Sanderson

Keila Jimenez|Do R7 e Keila Jimenez

Marcelo Medici como o Mico-Leão Dourado na peça 'Cada Um Com Seus Pobrema'
Marcelo Medici como o Mico-Leão Dourado na peça 'Cada Um Com Seus Pobrema' Marcelo Medici como o Mico-Leão Dourado na peça 'Cada Um Com Seus Pobrema' (Divulgação)

Marcelo Medici está de volta aos palcos com uma temporada especial de Cada Um Com Seus Pobrema, comemorando 20 anos de sucesso no Teatro Opus Frei Caneca, no Shopping Frei Caneca, em São Paulo.

O espetáculo, que consagrou o ator e humorista, traz de volta personagens icônicos como a famigerada Tia Penha e o corintiano Sanderson, o afetado e último Mico-Leão Dourado, garantindo boas risadas e momentos hilários.

"Apenas atualizei o texto, né", conta Medici, que tinha 32 anos quando estreou o espetáculo. Agora, aos 52, ele se lembra do medo inicial de não vender ingressos suficientes para pagar o teatro, mas o sucesso foi tanto que foram muitas temporadas lotadas. "É difícil parar com a casa cheia", recorda ele.

O espetáculo, que abriu as portas do estrelato para Medici, foi repaginado, ficando mais moderno e ágil. O ator, que escreveu e interpreta cada um dos oito personagens no palco, brinca sobre o fôlego necessário para a nova temporada.

Publicidade

"Fiquei enrolando para fazer a prova de figurino, com medo de não servir nada, afinal, as medidas eram outras", conta ele, rindo.

Além do sucesso nos palcos, Medici também conquistou espaço em programas de humor, novelas e séries, mostrando sua versatilidade e talento. Fora dos palcos, ele é conhecido por seu medo de fantasmas e por não assistir a filmes com animais como protagonistas, pois morre de pena dos bichinhos.

Com três meses de espetáculo apenas em São Paulo, Cada Um Com Seus Pobrema promete casa lotada e muitas risadas, mostrando que Medici continua a fazer o público rir sem esforço, apenas com o que a comédia tem de melhor: personagens geniais dos quais estávamos morrendo de saudade.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.