Ligia Braslauskas Literatura Dave Grohl espalha histórias inéditas e muita música em autobiografia

Dave Grohl espalha histórias inéditas e muita música em autobiografia

Um dos rockstars mais aclamados da atualidade une vida pessoal e carreira obra repleta de bastidores

Aumente o som e comece a leitura

Aumente o som e comece a leitura

Divulgação

Entre golpes furiosos em baterias e riffs frenéticos de guitarras ao redor do mundo, um dos músicos mais dinâmicos do momento compartilha em um retrato real e honesto suas memórias no livro “O Contador de Histórias”, de Dave Grohl. Na obra, o músico revela casos de backstage, loucos encontros com outros astros e reflexões sobre o fato de ser músico, em uma viagem pelos últimos 30 anos.

O livro traz episódios pouco conhecidos do público, como uma parceria de poucas horas com Iggy Pop, quando Grohl ainda era da banda punk Scream, e percalços que são vistos por ele como fundamentais para sua formação.

Foi nos turbulentos anos com baterista do Nirvana, que, segundo ele, era uma banda com uma “dinâmica disfuncional e esquisita”, que Grohl conheceu o sucesso. Ele revisita esta época em histórias reveladoras e descreve a grande tristeza pela morte de Kurt Cobain. Após um período de profunda melancolia,  ele conta como a música mais uma vez foi sua salvação. De “aquele cara do Nirvana”, ele resgatou suas composições da adolescência e se reinventou como fundador do Foi Fighters.

“O Contador de Historias” traz ainda relatos interessantes sobre encontros de Grohl com outros astros da música, como Sir Paul McCartney e Little Richards, um de seus maiores ídolos.

Se você é fã do Foi Fighters, pode apostar, esse livro é essencial.

“O Contador de Histórias”
Tradução de Alexandre Raposo, Jaime Biaggio e Leonardo Alves
416 páginas
R$ 59,90 (impresso)
R$ 39,90 (e-book)
Editora Intrínseca

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas