Livro retrata as condições das mulheres no Zimbábue

"Condições Nervosas", de Tsitsi Dangarembga, narra não apenas a história de Tambu, mas também de seu país

Primeiro livro escrito em inglês por uma mulher negra do Zimbábue

Primeiro livro escrito em inglês por uma mulher negra do Zimbábue

Divulgação

"Condições Nervosas" conta a história de Tambu (Tambudzai) uma adolescente de origem shona que vive com os pais e irmãos em uma aldeia nos arredores de Umtali, a maior cidade da Rodésia (hoje Zimbábue). A história se passa no século 20, na década de 60, época em que o país estava sob domínio britânico. Em uma sociedade onde as mulheres eram preparadas para casar e servir ao marido, sem poder dar continuidade aos estudos, a oportunidade de Tambu de seguir estudando surge com a morte de Nhamo, seu irmão.

Sob o ponto de vista de uma menina negra, "Condições Nervosas", de Tsitsi Dangarembga, narra não apenas a história de Tambu, mas também de seu país. A obra acompanha os desafios de Tambu, abordando questões como a opressão familiar e social, o racismo, o papel da educação em um país recém-descolonizado, a questão da sobrevivência das mulheres em um país dominado, socialmente e culturalmente, pelos homens, e o peso das tradições como principais agentes de manutenção do status quo da época.

Publicado originalmente em 1988, "Condições Nervosas" é o livro de estreia de Tsitsi e foi o primeiro livro escrito em inglês por uma mulher negra do Zimbábue. A obra venceu, em 1989, o prêmio Commonwealth Prize for Africa, além de estar classificada entre os 12 primeiros livros no ranking dos 100 Melhores Livros Africanos do Século 20 e ocupar, em 2018, o 66º lugar na lista da BBC de 100 Histórias que formaram o Mundo.

"Condições Nervosas"
Tradução de Carolina Kuhn Facchin
234 páginas
R$ 52,90
Editora Kapulana