Ligia Braslauskas Literatura Muito suspense e climão rondam as páginas de “O Sanatório”

Muito suspense e climão rondam as páginas de “O Sanatório”

Obra foi um dos livros mais aguardados no Reino Unido em 2021

Sarah Pearse logo fosse equiparada aos mestres Agatha Christie, Stephen King e Alfred Hitchcock

Sarah Pearse logo fosse equiparada aos mestres Agatha Christie, Stephen King e Alfred Hitchcock

Divulgação

“O Sanatório” foi um dos livros mais aguardados no Reino Unido em 2021 por explorar os elementos clássicos das tramas de suspense de forma inovadora. Tal feito fez com que a autora, Sarah Pearse, logo fosse equiparada aos mestres Agatha Christie, Stephen King e Alfred Hitchcock ao lançar seu romance de estreia.

Escolhido para o clube do livro de Reese Witherspoon, o suspense policial é ambientado em um resort isolado nos Alpes Suíços. No alto da montanha e escondido pela floresta, o luxuoso Le Sommet tem um passado sinistro. Antes um sanatório para pacientes tuberculosos, ele caiu em ruínas e foi abandonado. Desde então circulam boatos tenebrosos sobre o lugar, que não cessam mesmo depois de ter se transformado em um hotel.

A detetive Elin chega ao local para celebrar o noivado do irmão, com quem não tem contato há alguns anos. Mas logo depois de sua chegada, a noiva de Isaac, Laure, desaparece. Instigada pelo irmão a investigar o desaparecimento, Elin descobre que Laure não é a primeira pessoa a desaparecer em circunstâncias suspeitas no antigo sanatório.

A investigação acontece em meio a uma das piores nevascas dos últimos trinta anos, e quando Elin começa a juntar os pontos entre o desaparecimento de Laure e o passado sombrio do local, um assassinato brutal ocorre.

A pressão só aumenta: com todas as rotas de saída do lugar bloqueadas pela neve, Elin tem pouco tempo para encontrar a noiva do irmão antes que o assassino ataque novamente. Aos poucos, a verdade é revelada sobre a história perturbadora do hotel, e Elin é forçada a mergulhar no passado de sua família para ajudar a elucidar o mistério.

“O Sanatório”
Tradução de Marcelo Schild Arlin
480 páginas
R$ 59,90 (impresso)
R$ 39,90 (e-book)
Editora Intrínseca

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas