Ligia Braslauskas Literatura Rocco lança “Você sabe com quem está falando?”, de Roberto DaMatta

Rocco lança “Você sabe com quem está falando?”, de Roberto DaMatta

Livro apresenta estudo sobre o autoritarismo brasileiro e o uso de posição social para intimidar ou humilhar

Obra é composta por três ensaios

Obra é composta por três ensaios

Divulgação

Em 2020, não faltaram notícias sobre casos de racismo, machismo, ignorância, arrogância e injustiça cometidos por autoridades que usam de sua posição social ou cargos para se colocarem como superiores aos demais e, portanto, dispensados de obedecer às leis e às normas da boa convivência social. O livro “Você sabe com quem está falando?”, de Roberto DaMatta, é composto por três ensaios que abordam aspectos complementares do autoritarismo no Brasil, que tem se exacerbado nos últimos tempos. A obra chega às livrarias em dezembro pela Editora Rocco.

Ao examinar o fenômeno cada vez mais atual do “Você sabe com quem está falando?”, DaMatta nos confronta com um incômodo espelho. De acordo com ele, é como se a República tivesse sido incapaz de eliminar da nossa sociedade comportamentos injustos, assim como equívocos e desacertos nascidos nos tempos coloniais e imperiais. Assim como em outras publicações do autor, o livro lança luz em alguns dos aspectos negativos da identidade nacional, como a malandragem e o jeitinho brasileiro, convidando o leitor a repensar o país, que perpetua erros do passado, reforçando as injustiças sociais. Este é um livro indispensável para todos aqueles que pretendem contribuir para que o Brasil venha a ser efetivamente um país igualitário e que ninguém mais precise afirmar sua superioridade com escândalos e carteiradas.

Conforme observou o próprio DaMatta: “A apresentação do documento apropriado, junto com o vociferado ‘Você sabe com quem está falando?’, faz com que a figura abstrata, mas socialmente concreta com quem se está interagindo, passe a ser oficial e legal, com poder e prestígio, beleza e graça, e sobretudo com relações com pessoas poderosas que estão, como gostamos de dizer, ‘lá em cima’. Passa-se, então, de ‘cidadão brasileiro’ ou de ‘indivíduo’ — esses papéis sociais universalizantes que nessas situações não dão qualquer direito — a alguém que é ‘realmente alguém’: deputado, advogado, oficial das Forças Armadas, secretário de Estado etc... Ou, o que é ainda melhor, parente e amigo de um figurão com quem se tem elos substantivos”.

Figurando entre os mais argutos intérpretes do Brasil,  a mesmo título que Gilberto Freyre, Caio Graco Prado, Sérgio Buarque de Holanda, Florestan Fernandes e Darcy Ribeiro, DaMatta emprega seu vasto instrumental científico e sua incansável curiosidade para o estudo dos principais temas nacionais.

“Você sabe com quem está falando?”
208 páginas
R$ 39,90
Editora Rocco

Últimas