Romance de Taylor Jenkins Reid é aposta certa 

Em realidades paralelas, os desdobramentos e as consequências de duas escolhas diferentes da protagonista

Romance prende pela qualidade da narrativa

Romance prende pela qualidade da narrativa

Divulgação

E se tudo o que fosse possível acontecesse? O livro “Em Outra Vida, Talvez?” nos apresenta, em realidades paralelas, os desdobramentos e as consequências de duas escolhas diferentes da protagonista Hannah Martin, uma mulher forte e espirituosa que, aos 29 anos, sente-se perdida.

Hannah já morou em várias cidades e trabalhou em incontáveis lugares desde que terminou os estudos, mas nada disso a ajudou a decidir qual rumo dar à vida.
 
Depois de sofrer uma decepção amorosa, ela resolve voltar para Los Angeles, sua cidade natal, para morar com Gabby, sua melhor amiga, e Matt, o marido dela. Para celebrar esse retorno, o casal leva Hannah a um bar onde ela reencontra Ethan, um ex-namorado da época do colégio. No final da noite, Gabby e Matt decidem ir embora, e Hannah se vê diante de um dilema: voltar para casa com os amigos ou ficar com Ethan e aceitar a carona dele para casa?
 
Em realidades alternativas, acompanhamos os dois cenários, com desdobramentos bem diferentes na vida de Hannah e de todos que fazem parte dela.
 
Será que tudo o que vivenciamos está predestinado a acontecer? Quanto disso é apenas sorte? E, o mais importante: será que almas gêmeas realmente existem? Hannah acredita que sim. E, nos dois mundos, ela acha que encontrou a sua.
 
“Em Outra Vida, Talvez?” 
Tradução de Claudia Costa Guimarães
322 páginas
R$ 49,90
Editora Record

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas