Ubook lança audiolivro sobre Ricardo Boechat com trechos inéditos

Narrado pelo autor e colega Eduardo Barão, audiolivro tem posfácio na voz de Dona Mercedes, mãe de Boechat

Reprodução/Band

Cem histórias que misturam as vidas pessoal e profissional de Ricardo Boechat recheiam as páginas do livro "Eu Sou Ricardo Boechat", que conta histórias e lições de um dos mais ácidos, bem-humorados e populares apresentadores do Brasil. Ao longo de 13 anos à frente do microfone da BandNews FM, Boechat conheceu os também jornalistas Eduardo Barão - autor do livro - e Pablo Fernandez, que relatam o ser humano dedicado e profissional exigente que foi esse verdadeiro gigante do jornalismo. Agora, a obra ganha versão inédita em audiolivro, produzida e distribuída pela Ubook - maior plataforma de audiotainment por streaming da América Latina -, com duas faixas extras na voz do próprio Boechat e posfácio emocionante na voz da mãe do jornalista, Dona Mercedes.

Narrado pelo colega Eduardo Barão, o livro é todo contado em tom de conversa, como se o autor estivesse ao lado do ouvinte, relembrando os acontecimentos vividos com Boechat. Apesar de estar acostumado ao microfone, dar voz à obra foi uma experiência única para Barão. "Fugiu totalmente da minha rotina diária na rádio. Procurei conduzir como se estivesse contando uma história na sala de casa, para um amigo e deixei o coração transbordar na voz", afirma. E completa, dizendo que reler o livro na narração foi algo singular e de uma emoção que ele não esperava: "Posso dizer que, de certa forma, foi um pouco penoso realizar esta atividade, porque revivi várias histórias, assim como a emoção do fatídico dia". O contrário também aconteceu: "Há diversas passagens divertidas no livro que eu rachei o bico enquanto estava narrando", conta o jornalista.

Uma novidade que o narrador entrega é que trechos exclusivos foram acrescentados na versão em áudio. "Durante várias passagens incluí partes que não estão no livro escrito; eram detalhes que eu ia lembrando à medida que recordava aquelas histórias", comenta o autor.

A mãe de Boechat, Dona Mercedes, narra o posfácio da versão em áudio, no qual relata como foi seu primeiro Dia das Mães sem Boechat. "Ela conta que não é sobre perder um filho, pois não se perde alguém que você teve a vida inteira. É uma parte muito emocionante da obra e que no audiolivro se torna ainda mais vibrante por estar na voz da própria D. Mercedes", conta Barão, acrescentando que seu texto, mais do que uma homenagem a Boechat, "tem uma lado egoísta meu de ser uma válvula de escape para conseguir amenizar a dor da perda".

Outro ponto alto do audiolivro é o fato de ele conter dois relatos contados na voz do próprio Boechat. "Em uma dessas histórias, ele está na África do Sul, por causa da Copa do Mundo de Futebol. Está conversando com o Mauro Beting [um jornalista esportivo brasileiro] e conta que a mãe dele e sua esposa tinham sido assaltadas em um bar em São Paulo. Essa história é engraçadíssima na voz dele. Sempre que estou pra baixo, eu ouço esse áudio, cedido pelo próprio Mauro. Acredito que as pessoas irão se emocionar!", completa Barão. "Agora, quem quiser saber qual é o outro áudio do Boechat, vai ter que ouvir o audiolivro", brinca.

Lançado na versão impressa no final de 2019, "Eu Sou Ricardo Boechat" é um sucesso de vendas e deve seguir o mesmo caminho também em audiolivro, projeta Patth Pachas, diretora comercial da Panda Books. "É uma obra que nos dá muito orgulho. Poder desenvolver este projeto junto com a Ubook, que era uma parceria que queríamos há tempos, nos deixa muito felizes. Acreditamos que esta modalidade, que cresce cada dia mais, é algo que representa bem o Boechat e o Barão", analisa Patth.