Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Melhor Não Ler
Publicidade

Eis aqui a razão do nosso sumiço: fomos abduzidos por alienígenas

Extraterrestres nos levaram aos seus líderes para explicarmos o que acontece no Brasil, mas, não resistindo à realidade, os ETs nos deportaram

Melhor Não Ler|Do R7

Extraterrestres nos levaram aos seus líderes para entenderem o que acontece no Brasil
Extraterrestres nos levaram aos seus líderes para entenderem o que acontece no Brasil Extraterrestres nos levaram aos seus líderes para entenderem o que acontece no Brasil

Foi uma experiência intensa, para se dizer o mínimo. Aconteceu em um dia comum de trabalho, quando uma luz muito forte invadiu a redação e cegou nossa visão por completo. Sentimos nosso corpo leve e nos vimos flutuando pelos ares. Antes de mergulharmos em uma escuridão total, ouvimos vozes robóticas dizendo: “Sim, é esse pessoal que publica textos absurdos, vamos levá-los!”

Ao acordarmos, nos vimos diante de uma espécie de tribunal high-tech, repleto de seres extraterrestres de tamanhos, cores e formatos diferentes. Um deles — o mais familiar de todos, por assim dizer — aproximou-se de nós, com sua cabeça triangular e um par de olhos negros imensos, e disse:

“Vocês, terrestres abomináveis, têm gerado dúvidas em nossos líderes, atrapalhando nossos planos de conquistar o mundo! Por que insistem em escrever artigos absurdos sobre seu país, um dos maiores da Terra e que tem despertado nosso interesse há anos? Vocês pretendem nos enganar para desistirmos de invadir seu planeta, seres repugnantes de inteligência duvidosa?”.

Não vimos alternativa a não ser respondermos com uma pergunta: “Desculpe, senhor... ET... mas a quais absurdos o senhor se refere?”.

Publicidade

“São tantos que tivemos de invadir seus sistemas primitivos e impedir que diversos artigos fossem publicados nas últimas semanas”, disse o ET, que emendou: “Em um deles, vocês disseram que quem assumiu a presidência de um banco internacional foi aquela ex-presidente que afirmou coisas como, ‘quatro para treze dá sete’ e ‘não é 30%, é 25% de 30%, ou 30% de 30%, o que dá 7,5% ou 12,5%’. Por que inventaram tamanho absurdo? Não pode ser ela, obviamente!”.

“Sentimos muito, mas é verdade! Pelo discurso de posse, vocês podem verificar que é ela mesma, pois em vez de dizer Sul Global, termo que se refere às economias emergentes do Brics, ela disse “países do sul”, ignorando totalmente a geografia!”

Publicidade

“É... com certeza é ela...”, disse o ET, cabisbaixo, mas logo tornou a nos acusar: “Mas vocês escreveram que a Justiça brasileira mandou devolver um helicóptero, uma lancha e uma mansão a um traficante condenado que, além de ser um dos principais líderes de uma facção criminosa, ainda por cima está foragido. Vocês acham que somos imbecis? Como vão devolver bens milionários comprados com dinheiro ilícito a alguém que ninguém sabe onde está?”.

“Excelentíssimo senhor ET, nos desculpe, mas isso também é verdade! Os senhores podem consultar o STJ, o Superior Tribunal de Justiça, que determinou a devolução”, respondemos.

Publicidade

“Err, bem... realmente... a decisão é real, embora os ‘checadores’ de fatos contaram a história de um jeito que acabou nos confundindo...”, disse o ET, envergonhado. Porém, ainda tentando nos incriminar, ele perdeu a compostura e gritou: “Vocês afirmaram que um condenado por nove juízes, em três instâncias, foi eleito presidente, que empresários envolvidos no maior esquema de corrupção do mundo foram ‘descondenados’ e que o juiz que os prendeu pode ir para a cadeia a qualquer momento porque fez uma piada. Nada disso pode ser verdade! Segundo a grande mídia, ele é inocente, todos aqueles empresários foram injustiçados e esse juiz é um fanfarrão! Não é isso? Respondam! Digam que vocês mentiram!”

“Digníssimo senhor ET, não se irrite, mas será que podemos usar nosso direito de permanecermos calados? Não queremos decepcioná-los ainda mais. Além disso, talvez seja ótimo que vocês invadam nosso país, pois nos últimos dias o presidente está falando tanta bobagem que é capaz de acontecerem coisas ainda piores. Quem sabe vocês não nos ajudam?”

“Ora, mas que perda de tempo!”, gritou um ser estranho que parecia ser o chefão de todos os alienígenas. Batendo na mesa, ele proferiu nossa sentença: “Levem imediatamente esses imbecis de volta àquele hospício e nunca mais tentem me convencer a invadir o Brasil! Assim que eles saírem, vamos entrar em quarentena. Vai que essa loucura pega!”

E foi assim que retornamos aos nossos postos, com o objetivo de lembrar nossos leitores que é sempre melhor não ler!

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.