Melhor Não Ler Influenciador é acusado de racismo depois de postar 'KKK'

Influenciador é acusado de racismo depois de postar 'KKK'

Depois de postar sigla de movimento supremacista branco e perder milhares de seguidores, influenciador se retrata e pede perdão

Postar KKK pode dar ruim

Postar KKK pode dar ruim

Divulgação

 “Oi, meus mores! Agora que fiz clareamento posso me considerar muito mais feliz... KKK”. Essa foi a postagem que fez a vida do influenciador digital Moreno Leite virar de cabeça para baixo. Por conta da legenda em uma foto onde aparece sorrindo de orelha a orelha, em frente a uma clínica dentária, Leite começou a receber mensagens de ódio, perder seguidores e ser chamado de racista.

“Clareou, né, seu racista?”, postou um seguidor, enquanto outros comentaram:
“Entrou para a Ku Klux Klan! Deixando de seguir!”
“Teu leite azedou, cara! Tá cancelado!”
“Supremacista branco do inferno!”
“Você não é mais negro, seu lixo!”

O influenciador apareceu aos prantos em suas redes, pedindo perdão a todos os que se sentiram ofendidos. Moreno explicou que havia acabado de sair do consultório odontológico no momento em que fez a foto e escreveu a legenda. Disse que havia feito uma permuta para realizar seu sonho de clarear os dentes e que não sabia que KKK era a sigla de Ku Klux Klan. “Para mim era só uma risada, gente!”, afirmou em meio a lágrimas.

Ele também lembrou seus seguidores que não tem como ser um supremacista branco já que é negro desde que nasceu (e pretende continuar sendo). Por fim, o influenciador fez um apelo aos fãs: “Por favor, avisem geral pra voltar a me seguir. Eu preciso de vocês, galera! Prometo que nunca mais clareio nada. E risada daqui pra frente só hahaha ou com emoji fofo!”

Esta crônica é uma ficção, mas poderia não ser...

Últimas