Motociclista quebra todos os recordes do ciclismo

Sob protestos, motociclista recebe prêmio em competição de ciclismo e comitê justifica: “o veículo tem duas rodas como os demais”

Motocicleta não deu chances para as bicicletas

Motocicleta não deu chances para as bicicletas

Vikram/Pexels

O motociclista Junior Faster Deniú surpreendeu os amantes das bicicletas ao ser aceito pelo Comitê Ciclístico Brasileiro (CCB) para participar do Campeonato Brasileiro de Ciclismo. Com sua motocicleta de 500 cilindradas, Faster Deniú bateu todos os recordes e garantiu o troféu de melhor ciclista do país.

Apesar dos protestos da torcida e dos demais competidores, o motociclista subiu à posição mais alta do pódio e levou o troféu para casa, juntamente com um prêmio em dinheiro. Ao ser questionado, o comitê justificou que, apesar de ter uma moto, Junior se identifica como ciclista desde criança.

Em nota oficial, o presidente do CCB declarou: “Qualquer um pode ver que todos os veículos têm duas rodas e que a competição não foi alterada em nada, ou seja, ganha quem chegar primeiro. E, sem sombra de dúvida, quem chegou primeiro foi o Junior!”

Em sua defesa, o motociclista que se identifica como ciclista desde a infância, disse que usará o dinheiro de seu prêmio no combate ao preconceito nos esportes.

Esta crônica é uma ficção, mas poderia não ser...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas