Para o bem da humanidade é proibido soltar pum

Cientista australiano amplia protocolos sanitários contra a Covid-19 e declara que quem ama o próximo não solta pum

Quem soltou está com a mão amarela

Quem soltou está com a mão amarela

Pixabay

Por mais que as flatulências sejam algo normal a todos os seres humanos, para o cientista e médico australiano, Dr. Norman Swan, a prática deve ser evitada. Pelo menos quando há pessoas por perto e enquanto o coronavírus estiver rondando ao nosso redor.

Isso porque, segundo o médico, se uma pessoa com Covid-19 não controlar esse movimento natural estará propagando o coronavírus para as pessoas próximas. Em outras palavras, controlar a emissão de gases provenientes você sabe de onde, é um ato de amor ao próximo.

A informação foi dada no premiado podcast australiano Coronacast, apresentado pelo Dr. Swan e Tegan Taylor, repórter especializada em ciência e saúde, onde ambos respondem questões sobre o coronavírus.

Embora tenhamos que tomar mais essa medida de segurança, o Dr. Swan informa – em tom bem-humorado – que não há com que se preocupar, visto que, normalmente, já usamos “máscaras” cobrindo essa área do corpo.

“Uma vez que já fazemos distanciamento social e ninguém anda por aí soltando pum com o traseiro nu, eu acho que estamos todos seguros”, declarou o cientista.

Esta crônica não é uma ficção, embora possa parecer...

Últimas