40 anos de O Império Contra-Ataca: veja cinco coisas que você não sabia

O segundo longa da saga Star Wars completa 40 aos neste dia 21 maio e é lembrado por todos os fãs como um dos melhores de toda a série

Darth Vader é um dos grandes vilões da história do cinema

Darth Vader é um dos grandes vilões da história do cinema

Divulgação

A saga de Star Wars está aí até hoje, firme e forte, inclusive com o encerramento da história acontecendo no ano passado com a Ascensão Skywalker. E agora, neste mesmo dia 21 de maio, só que em 1980, temos o aniversário de 40 anos de O Império Contra-Ataca, filme estreava nessa data nos Estados Unidos após uma longa espera por parte dos fãs. O longa é considerado por muitos como o melhor de toda a série — incluindo aí os seis mais recentes.

Esta segunda parte da série criada por George Lucas avança no desenvolvimento da história que mostra o enfrentamento da Aliança Rebelde contra o Império e também nos revela mais sobre a ligação entre Darth Vader e Luke Skywalker. Aqui, a direção não foi de George Lucas, como aconteceu no anterior Uma Nova Esperança (de 1977) e como aconteceria em O Retorno de Jedi (de 1983). Quem comandou O Império Contra-Ataca foi Irvin Kershner, diretor experiente que já havia feito diversos filmes para cinema, TV, além de episódios de seriados. Kershner deu a este segundo longa da saga um tom mais sombrio, com um andamento mais cadenciado e até pesado em alguns momentos. Mas também não esqueceu do humor, principalmente com C-3PO e R2-D2.

Veja um dos trailers da época:

Este longa de Star Wars é também um dos mais marcantes de toda a história, afinal é aqui que há um grande combate entre Luke e Darth Vader. Altamente dramática e muito bem feita, o enfrentamento entre os dois termina de maneira brutal com o jovem jedi perdendo uma de suas mãos após uma luta de sabres de luz com o vilão. Também há a revelação chocante de que Vader é o pai do jovem Skywalker. Isso foi uma bomba na época, uma vez que nenhum fã esperava algo nesse nível. Entrou para a história da cultura pop mundial.

Luke Skywalker e Yoda em o Império Contra-Ataca

Luke Skywalker e Yoda em o Império Contra-Ataca

Divulgação

O Império Contra-Ataca chegava às telas em 1980 para coroar o imenso sucesso de Uma Nova Esperança. Sucesso inesperado, diga-se. Nem o criador George Lucas e nem o estúdio Fox esperavam que Star Wars — na época chamado no Brasil de Guerra Nas Estrelas — virasse o fenômeno que se tornou. Com linha de brinquedos, jogos, action figures, fantasias, quadrinhos, livros, copos etc etc, a saga deu início a uma revolução na maneira de tratar filmes. A adoração dos fãs, que viraram verdadeiros seguidores, mudou a noção dos estúdios, que passaram a fazer os lançamentos dali em diante como verdadeiros eventos. Esse tratamento especial vem até nossos dias, com as grandes estreias dos blockbusters.

O Império Contra-Ataca foi um grande sucesso de bilheterias e vendas de produtos. Seu orçamento foi inicialmente de US$ 18 milhões, mas saltou para US$ 33 milhões quando os trabalhos chegaram ao fim. A arrecadação mundial foi de US$ 547 milhões, ou seja, um lucro excelente. Este longa preparou o caminho para O Retorno de Jedi, que encerraria a primeira parte da saga criada por George Lucas. Depois, no fim dos anos 90 e início dos 2000 vieram mais três filmes, que mostraram o que aconteceu antes da história que vimos nessas produções originais. A partir de 2015, Star Wars voltou às telas com mais uma trilogia, dessa vez com novos personagens que deram continuidade à trajetória de Luke, Han Solo e Leia.

Veja agora na galeria abaixo, cinco coisas que você provavelmente não sabia sobre este filme que acaba de virar um quarentão: