Odair Braz Jr Mario Party Superstars traz a festa de volta à série da Nintendo

Mario Party Superstars traz a festa de volta à série da Nintendo

Nova versão resgata elementos clássicos da série de sucesso da empresa; há ainda legendas e tradução em português do Brasil

  • Odair Braz Jr | Do R7

Mario e sua turma  estão se divertindo muito em 'Mario Party Superstars'

Mario e sua turma estão se divertindo muito em 'Mario Party Superstars'

Divulgação

Quem é fã da Nintendo não tem como não gostar de Mario Party, a série de games cheia de minijogos que é diversão garantida, principalmente para quem curte jogar com os amigos ou online. Na verdade, até dá para não curtir, ainda mais se você teve contato com os títulos mais recentes. É que as versões lançadas nos últimos anos meio que perderam um pouco o foco e não fizeram jus ao game original, lançado em 1998 para o Nintendo 64. Mas essa situação chata foi para o espaço com a chegada deste Mario Party Superstars, para o Nintendo Switch e Switch Lite.

Aqui neste lançamento, a produtora NDCube decidiu promover um retorno ao básico, ao estilo simples dos primeiros Mario Party, justamente os melhores e mais divertidos. Essa volta ao passado só gerou golaços para Mario Party Superstars e, sem as maletices dos últimos anos, o game é um daqueles que não dá para parar de jogar muito rapidamente, não. Quando você entra na jogatina, um minijogo vai levando a outro e aí o jeito é seguir em frente.

O modo principal de Superstars é o que é dividido em cinco (sim, apenas cinco) tabuleiros temáticos, cada um apresentando um nível diferente de dificuldade e todos promovendo uma volta à era do N64. Tudo é parecido com o que se tinha no antigo console, desde o visual até o sistema de jogo. Claro, tudo melhorado, com ótimo visual e coisa e tal, mas a inspiração vem toda do videogame dos anos 90.

Nesse modo, você pode jogar sozinho contra até outros quatro personagens controlados pelo computador ou mesmo se aventurar numa disputa online com seus amigos ou com jogadores de outros países. Aqui, o dado rola e Mario e sua turma — lá estão Luigi, Wario, Waluigi, Princesa Peach, Yoshi, Donkey Kong, Birdo, Rosalina, entre outros — se aventuram pelas casas dos tabuleiros e vão se enfrentando. O objetivo é capturar estrelas e moedas ao longo das rodadas. As partidas vão sendo definidas por meio dos muitos minijogos, que são as grandes atrações da brincadeira. Além disso, há áreas para ganhar itens, moedas, várias armadilhas e perigos, tudo sempre muito divertido e engraçado.

Outro modo bem interessante é o Montanha Minijogos. Aqui não tem tabuleiro e você só fica disputando os gamezinhos à sua escolha. Dá para ficar um bom tempo por aqui, porque, como dito ali em cima, a diversão é total.

Um dos muitos (mais de cem) minigames de 'Superstars'

Um dos muitos (mais de cem) minigames de 'Superstars'

Divulgação

EM PORTUGUÊS
É bem provável que este Mario Party Superstars atinja um grande número de pessoas que nunca jogaram um game da série. Por isso, há a opção de manter ligado um tutorial que vai dando dicas do que fazer e também mostra as mecânicas dos minijogos. Não que sejam difíceis, mas, às vezes, pode não se entender logo de cara o que deve ser feito, e aí é derrota na certa.

Outro elemento interessante de MPS é que ele vem com legendas e narração em português do Brasil. É a primeira vez que isso acontece num jogo da Nintendo e é um investimento certíssimo da empresa, que decidiu tornar mais fácil a vida de quem compra seus produtos no país.

Com esse combo de coisas legais, Mario Party Superstars é um dos principais lançamentos do ano para a comunidade nintendista. É a volta ao velho e bom estilão que apareceu lá nos anos 90 e que deu uma nova série de sucesso para a empresa (apesar de alguns desvios). Se você torceu o nariz para Mario Party 9 e 10, pode ir de cabeça no MPS.

Veja o trailer do game:

Últimas