Odair Braz Jr Neymar vira piada mundial novamente, e a culpa é toda dele

Neymar vira piada mundial novamente, e a culpa é toda dele

Nível de auto-sabotagem do jogador é inacreditável e a impressão é que ele nem liga muito mais para jogar bola de verdade

Stephane Mahe/Reuters

Às vezes dá a impressão que Neymar gosta mesmo é de ser zoado mundialmente. Só isso explica a sabotagem a qual ele submete sua própria carreira. No mundo há casos de jogadores que implodiram sua vida útil, mas o que o rapaz vem fazendo ultimamente supera quase todos os limites. É um erro atrás do outro e, parece, não há uma pessoa sequer para dar um toque no atleta e dizer “fio, assim você não vai muito longe, hein?!”.

Nesse fim de semana, no campeonato francês, a torcida do PSG colocou faixas onde se lia “caia fora” e também o xingou de nomes não muito bonitos se ouvir. É uma resposta clara ao fato de que Neymar vem tratando seu time com um desdém incrível, uma grande falta de respeito. É tipo uma criança que enjoou de um brinquedo e, de repente, resolve jogá-lo fora. É mais uma das imensas burradas que o jogador vem fazendo.

Como qualquer um ligado ao mundo do esporte sabe, Neymar cometeu um erro gigantesco ao deixar o Barcelona para ir ao PSG. Tudo bem, ganhou milhões de dólares no processo, mas já tinha milhões de dólares na conta, certo? E outro tanto para vir ao longo de seu contrato com o time espanhol, além de muitas campanhas publicitárias. Mas, aparentemente, a grana era muita para recusar.

O resultado prático na mudança para um campeonato mais fraco que o espanhol foi que Neymar brilhou menos, atuou menos, se machucou mais, ficou muito tempo ausente. Impossível não pensar que o PSG ficou decepcionado com todo o dinheiro investido, uma vez que o retorno estava bem abaixo do esperado. E agora, o torcedor ainda tem de encarar todo esse descaso do atleta, que decidiu que quer deixar o time. Está sendo hostilizado em Paris e com razão.

Isso tudo é culpa do próprio Neymar. Dele e de seu pai, que é seu empresário e mentor. E com um mentor desses, o jogador realmente não precisa de mais ninguém para atrapalhá-lo. Enquanto lucra tudo o que pode com seu filho, Neymar pai vai ao mesmo tempo minando a carreira do filho, que já não joga mais com o mesmo empenho e que parece estar mais preocupado em ser celebridade do que em jogar bola.

Assim, os fãs do jogador têm agora que aturar esse jogo de empurra para saber se Neymar vai para o Barcelona, para o Real Madrid ou se para nenhum dos dois (alguém já falou no Flamengo?). É uma situação bizarra na qual se meteu um jogador que tinha tudo para ser um dos maiores de todos os tempos, mas que hoje está aí com a carreira praticamente à deriva e cada vez mais se tornando uma piada de mau gosto.

É óbvio que o jogador vai voltar aos campos, que ainda fará gols por aí e que deve disputar, pelo menos, mais uma Copa do Mundo. Mas também é óbvio que o mundo do futebol está ficando de saco bem cheio de tanta maluquice de Neymar e de seu pai predador.