Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Quem é que não sabe quem é Slash, o público jovem ou algum jornalista atrás de audiência?

Guitarrista do Guns N'Roses tocou no Oscar e alguém parece ter perguntado quem era o sujeito de cartola e óculos escuros

Odair Braz Jr|Do R7 e Odair Braz Jr

Ryan Gosling ao lado de Slash, o guitarrista desconhecido
Ryan Gosling ao lado de Slash, o guitarrista desconhecido Ryan Gosling ao lado de Slash, o guitarrista desconhecido (Reprodução/ABC)

Um dos momentos mais marcantes do Oscar aconteceu quando Ryan Gosling cantou a música I'm Just Ken, do filme da Barbie. No meio da canção, entra no palco um guitarrista e começa a fazer o solo. Quem era aquele sujeito vestido com calças e jaqueta de couro, óculos escuros, cartola e cabelos compridos encaracolados?

Ué, como assim? É o Slash, oras! O guitarrista do Guns N’Roses. Óbvio.

Bom, parece que não é tão óbvio assim, porque saíram até algumas matérias de veículos de comunicação com o título “quem é Slash, o guitarrista que tocou com Ryan Gosling no Oscar”.

O fato é que o assunto virou discussão acalorada nas redes sociais, com uns dizendo que é um absurdo ficar explicando quem é Slash, e outros falando que só roqueiro velho é que sabe quem é aquele guitarrista.

Continua após a publicidade

Os dois lados estão certos, na verdade. Slash já foi a última bolacha do pacote do universo do rock/pop, mas isso foi há uns 30 anos mais ou menos. No fim dos anos 80 até meados dos anos 90, o Guns dominou o mundo do rock, emplacando um hit atrás do outro e com Slash ganhando um destaque absurdo. Quem é que não sabe de cor os riffs de guitarra de Sweet Child O'Mine ou de Welcome to the Jungle. E quem é que não faz um air guitar ouvindo o solo de November Rain?

Claro, tem quem não goste do Slash ou do Guns, e está tudo bem. E ninguém é, de fato, obrigado a saber quem é um sujeito que teve seu auge há cerca de três décadas.

Continua após a publicidade

Ninguém é obrigado, especialmente os mais jovens, mas que é feio não saber, é. E não é só com Slash, mas com vários outros artistas. Por exemplo, com Al Pacino, que subiu ao palco para anunciar o Oscar de melhor filme. Perguntaram nas redes sociais “quem é Al Pacino?”. É sério. Isso eu vi.

E voltando a Slash: não é que o cara estivesse sumido do mundo enfiado num buraco desde 1994 ou 1995. Nesse período ele saiu do Guns, lançou vários discos solo, tocou com um monte de gente, voltou para o Guns e tem feito várias turnês mundiais em estádios lotados, inclusive com gente bem jovem na plateia. Ele até se apresentou solo no Brasil agora em fevereiro, num show lotadaço. Pois é.

Continua após a publicidade

Então, é difícil de engolir a desculpa de “sou muito novo para saber quem é Slash”. Se você se interessa minimamente por cultura pop e música, não tem como não saber, pelo menos, que o sujeito é um guitarrista famoso. Até por isso ele foi colocado para tocar no Oscar — e também porque gravou o solo da música original —, porque é famoso e reconhecidamente um ótimo instrumentista. Veja, não saber quem é Slash é como não saber quem é Britney Spears, Prince ou Paul McCartney. Não é algo para se orgulhar.

E, de novo, não é imprescindível saber quem é Slash. Mesmo porque tem um pessoalzinho mais novo que tem ojeriza a coisas consideradas velhas e datadas. Não gostam de bandas antigas e ver filme com imagens dos anos 80 é um absurdo (afinal, o cinema começou nos anos 2000, né?!). Então, não tem como, é quase uma marca geracional.

Mas, penso aqui, que no fundo isso tudo, esta celeuma, foi causada não por um bando de jovens que ignoravam Slash — não vi ninguém nas redes perguntando quem era ele —, mas sim porque alguns sites viram a oportunidade de ganhar uns cliques a mais com a cerimônia do Oscar. Foi coisa totalmente inventada por algum jornalista — que talvez até não conhecesse mesmo o guitarrista — para ganhar uma audienciazinha esperta. E tudo bem também, todos gostamos de uns cliques.

Se o plano era esse, deu certo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.