Odair Braz Jr Vitória épica de Hamilton entra para a história da Fórmula 1

Vitória épica de Hamilton entra para a história da Fórmula 1

Piloto inglês largou em décimo lugar e, tecnicamente perfeito, ganhou uma corrida praticamente impossível em Interlagos

  • Odair Braz Jr | Do R7

Hamilton com a bandeira brasileira após uma vitória fantástica em Interlagos (SP)

Hamilton com a bandeira brasileira após uma vitória fantástica em Interlagos (SP)

Nelson Almeida/AFP

O que Lewis Hamilton fez nesta tarde de domingo (14) é algo para entrar para a história da Fórmula 1. A corrida disputada em Interlagos, em São Paulo, foi a melhor do ano e já é uma das mais emocionantes dos últimos tempos, sem a menor sombra de dúvida.

Começa com o fato de que não dava muito para acreditar que o piloto inglês pudesse vencer esta corrida. Ele sofreu várias punições ao longo do fim de semana, o que fez com que largasse na décima posição neste domingo. E, convenhamos, partir desse lugar é praticamente uma sentença de que não vai mesmo dar para ganhar a prova, apesar de ter um grande carro. O normal seria acreditar que Max Verstappen teria vida fácil e deveria pôr mais uma vitória no bolso, embora Valtteri Bottas fosse o pole position. Bem, já na largada o finlandês da Mercedes foi superado pelas duas Red Bulls, e aí a coisa toda já estava quase concretizada para a equipe austríaca.

Acontece que na Mercedes de número 44 estava um Hamilton totalmente possuído, sabendo que não vencer em Interlagos seria deixar Verstappen pôr uma mão no título de 2021.

Largando lá atrás, o piloto inglês fez uma corrida épica, daquelas de encher os olhos dos fãs, e deixou claro como água por que é o melhor piloto da atualidade e um dos melhores de todos os tempos. Até porque tem gente que põe isso em dúvida ainda hoje, mesmo depois de tudo o que ele já fez e faz.

Hamilton comemora a vitória logo após o fim da prova

Hamilton comemora a vitória logo após o fim da prova

Lars Baron/AFP

Logo nas primeiras voltas, Hamilton foi ganhando várias posições e chegou rapidamente ao terceiro lugar, atrás apenas de Sergio Perez e Max Verstappen, os dois da Red Bull. Na 19ª volta, o piloto da Mercedes passou o mexicano e foi à caça do holandês. Hamilton ultrapassou seu rival na pista. Numa primeira tentativa, Verstappen ainda deixou o carro dar uma escapada e evitou que o inglês tomasse a frente.

Mas não teve jeito, nada poderia segurar Hamilton neste domingo. Guiando com muito arrojo, o piloto da Mercedes não deu chance à Red Bull de Verstappen. Hamilton sempre pilota muito bem, quase sempre é tecnicamente perfeito, o que, por várias razões, nem sempre se transforma em vitória. Não desta vez.

O inglês fez de tudo hoje e deu aula de pilotagem, de vontade de vencer, de resiliência e, acima de tudo, de amor pelo seu esporte. Sua virada — sim, foi uma virada, como no futebol — é daquelas coisas para entrar para a história, de que qualquer fã da Fórmula 1 vai se lembrar durante muito tempo. E com um gostinho especial para os brasileiros, já que essa mágica toda aconteceu em Interlagos. Hamilton ainda desfilou com a bandeira brasileira, o que sempre traz Ayrton Senna à lembrança, algo importante para muita gente.

O que se viu neste domingo em São Paulo foi épico, com Hamilton pondo no bolso todos os outros pilotos, em especial Verstappen.

Últimas