Carnaval 2013 Menina de apenas seis anos será rainha de bateria da Imperador do Ipiranga

Menina de apenas seis anos será rainha de bateria da Imperador do Ipiranga

Garota ficará sozinha a frente de 200 componentes na avenida

Menina de apenas seis anos será rainha de bateria da Imperador do Ipiranga

Khawany aproveita as férias para ensaiar na quadra da escola

Khawany aproveita as férias para ensaiar na quadra da escola

Divulgação

A rainha de bateria deste ano da Imperador do Ipiranga, escola de samba de acesso do Carnaval de São Paulo, é muito vaidosa, tem samba no pé e apenas seis anos de idade. Khawany Costa ficará sozinha a frente de uma bateria com cerca de 200 componentes.  

O diretor de Carnaval da escola, Vagner Siqueira, já aposta no sucesso da garota.  

— Ela é uma graça, vai chamar muito atenção.  

A ideia de colocar uma menina de seis anos como rainha de bateria surgiu porque a Imperador do Ipiranga vai trazer para a avenida em 2013 o tema exploração infantil. Com o enredo “Ouviram do Ipiranga, um grito de esperança”, a escola também abordará os direitos da criança.

  — Ilustra melhor o enredo. É uma coisa diferente que a gente quis fazer.

Para não decepcionar ninguém, Khawany aproveita as férias para treinar muito. De sexta a domingo, ela participa de ensaios com mais de duas horas de duração na quadra da escola.  

Berço

O samba veio de berço. A mãe, Renée de Oliveira, já foi rainha de bateria da Unidos do Peruche, Acadêmicos do Tucuruvi e Imperador do Ipiranga. No ano passado, Khawany fez a sua estreia na avenida ao lado da mãe como rainha de bateria mirim também na Imperador do Ipiranga. Renée garante que a filha não se cansa e aprendeu o gingado olhando as outras pessoas sambarem.

— Ela tem pique. Para mim que está puxado. O que mais me orgulha é que ela gosta e eu só tenho que apoiar.

O importante para a mãe agora é deixar a filha confortável na avenida. Por isso, ela deve usar um macacão bordado para desfilar sem problemas durante os 65 minutos de duração.  

A menina de seis anos mora com a mãe, o pai músico e mais dois irmãos mais velhos em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo.

A mãe diz que uma das manias da rainha de bateria da Imperador do Ipiranga é ficar na frente do espelho cantando.

— Ela é muito caseira, estudiosa e companheira.

Já Khawany conta que está gostando da escola de samba.

Quando questionada sobre o que faz durante os ensaios, a garota já responde como uma rainha de bateria.

— Eu sambo e rebolo.

Veja mais notícias na nova home do R7

    Access log