Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Casal acusa Netflix de plágio em filme com Giulia Be e pede indenização de R$ 70 milhões

 João Paulo e Lídia Ribeiro apontam 70 semelhanças entre o longa 'Depois do Universo' e o livro deles, publicado em 2018

Cinema|Do R7, com Agência Estado


Casal apontou 70 semelhanças entre o longa 'Depois do Universo' e o livro deles
Casal apontou 70 semelhanças entre o longa 'Depois do Universo' e o livro deles

Um casal processou a Netflix e está pedindo indenização de R$ 70 milhões por plágio. No documento, João Paulo e Lídia Ribeiro apontam 70 semelhanças entre o filme Depois do Universo, que tem a cantora Giulia Be como protagonista e foi lançado pela plataforma no ano passado, e o livro Juilliard – A Arte do Amor (2018), de autoria dos dois.

João contou que ficou surpreso ao ver, no longa, cenas parecidas com as narradas no livro dele e de sua mulher. "Uma cena exatamente como o primeiro capítulo do nosso livro, em que aparece uma moça a tocar piano, dizendo que tem uma doença de sangue." A única diferença, segundo ele, é que no livro a personagem tem câncer e, no filme, lúpus.

De acordo com o processo, a Netflix foi procurada pelo casal, mas não se pronunciou. Já a produtora do filme "apresentou uma resposta genérica, sem adentrar nos questionamentos que evidenciam o plágio".

João revelou que o livro foi uma homenagem a sua mãe, que morreu em 2017. Na ocasião, ele não foi ao funeral, em Portugal.

"Esse livro foi uma forma de escrever o luto da minha mãe, a minha dor porque eu não pude ir a Portugal para o funeral. Desde 2 de novembro que meu emocional não está estável", desabafou.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.