Famosos e TV Whindersson Nunes critica internautas que celebraram morte de PC Siqueira: 'Que Deus perdoe'

Whindersson Nunes critica internautas que celebraram morte de PC Siqueira: 'Que Deus perdoe'

Sem citar o nome do youtuber, que foi encontrado morto nesta quarta-feira (27), o humorista fez um desabafo e recebeu reações mistas na web

  • Famosos e TV | Do R7

Whindersson fez reflexão na web sobre caso de PC Siqueira

Whindersson fez reflexão na web sobre caso de PC Siqueira

Montagem R7/Reprodução/Instagram/@whinderssonnunes/@pecesiqueira

[Alerta gatilho]: para as pessoas que querem e precisam conversar, o CVV (Centro de Valorização da Vida) oferece apoio emocional e prevenção do suicídio por meio do telefone 188, além das opções chat e email.

Whindersson Nunes refletiu sobre pessoas que celebram a morte de figuras públicas nas redes sociais, após a confirmação da morte do youtuber PC Siqueira, encontrado nesta quarta-feira (27) em um apartamento na zona sul de São Paulo.

Sem citar o nome do ex-colega, Whindersson desabafou: "A gente nunca pensa que um dia alguém pode comemorar a nossa morte". 

Na sequência, ele completou: "Que Deus perdoe quem comemorar a minha, eles não sabem o que fazem". 

A mensagem publicada pelo humorista e youtuber foi recebida com reações mistas na web. Algumas pessoas concordaram com ele: "Comemorar a morte é uma das coisas mais horríveis que existem", disse uma pessoa. "Cruel comemorar morte de alguém", concordou outra.

No entanto, alguns seguidores de Whindersson trouxeram à tona as investigações de pedofilia envolvendo PC Siqueira. Em 2020, o youtuber e apresentador foi investigado por suposto envolvimento e envio de imagem de uma criança nua. A denúncia nunca foi confirmada. 

Em 2022, peritos concluíram que o youtuber não armazenou nem compartilhou fotos e vídeos de conteúdo pornográfico de menores de idade, nem teve nenhuma conversa sobre o tema nem fez buscas em sites.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Entretenimento no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

"Você me desculpe, Whindersson. Até entendo não comemorar a morte, mas o cara era investigado por pedofilia, sabe?", postou um perfil.

Whindersson também foi criticado por outros internautas. "Amigão, nem tudo é sobre você", alfinetou uma pessoa. 

Fãs sugeriram que o humorista não ficasse lendo sobre o assunto. "Fica off, querido. Tem muito gatilho aqui e você não merece isso", incentivou um deles. 

Whindersson Nunes e Luísa Sonza têm mais a ver do que pensam

Últimas