Música Cantor pernambucano Louro Santos morre aos 49 anos por Covid-19

Cantor pernambucano Louro Santos morre aos 49 anos por Covid-19

O cantor estava internado há 15 dias na UTI de um hospital em Pernambuco lutando contra o novo coronavírus, mas não resistiu

  • Música | Do R7

Louro Santos lutava contra a Covid-19

Louro Santos lutava contra a Covid-19

Reprodução/Instagram

O cantor de forró Louro Santos morreu, aos 49 anos, na noite deste domingo (22) após 15 dias internado, na unidade de terapia intensiva (UTI) de um hospital em Pernambuco, lutando contra a Covid-19. A notícia foi divulgada pelo Instagram da agenda do cantor e confirmada pelo cunhado do artista, Cesar Michiles, ao R7.

Leia também: Lázaro Ramos, Taís Araújo e filhos estão com covid-19, diz ator

"Gente, venho aqui informar que o nosso cantor faleceu. Que o senhor coloque ele em um bom lugar. Senhor da forças a toda família Santos e a toda sua banda", comunicou a equipe nos stories.

Em seguida, foi publicado um informe no feed do perfil. "Triste notícia. Que Deus te receba de braços aberto. Te agradecemos pelo cantor, patrão, pai, amigo, conselheiro. Enfim uma pessoa humilde de coração bom. Descansa em paz."

Leia também: Duda Nagle pede orações para sua mãe, diagnosticada com Covid-19

Louro também era compositor e instrumentista pernambucano, que teve passagens pelas bandas Aveloz e Forró da Malagueta. Junto com o filho, o também cantor Victor Santos, Louro fez muito sucesso e realizou vários shows na Paraíba.

Por conta da causa da morte, não haverá velório. O enterro será feio no cemitério Morada da Paz, em Pernambuco.

Leia comunicado na íntegra:

É com imensa tristeza e dor que comunicamos a partida de Louro Santos, 49 anos, que nos deixou na noite passada, depois de lutar bravamente contra esta grave doença que se abateu sobre o mundo. Perdemos o pai, o marido, o filho, o tio, o irmão, o cunhado, o amigo e o artista muito amado que deixará saudades eternas.

Comunicamos que o sepultamento do  nosso querido Louro Santos acontecerá às 13h, no Cemitério Morada da Paz, em Paulista. Por questões de segurança sanitária, não haverá velório e a cerimônia será restrita apenas aos familiares mais próximos. Agradecemos a todos que têm nos enviados suas preces e orações.

Últimas