Música Corpo da cantora Elza Soares é enterrado no Rio de Janeiro 

Corpo da cantora Elza Soares é enterrado no Rio de Janeiro 

Cerimônia foi marcada por emoção entre familiares e amigos, nesta sexta-feira (21), no cemitério Jardim da Saudade de Sulacap

  • Música | Ricardo Pedro Cruz, do R7

Artista morreu na tarde da quinta-feira (20), de causas naturais, em casa

Artista morreu na tarde da quinta-feira (20), de causas naturais, em casa

Reprodução

O corpo de Elza Soares, de 91 anos, foi enterrado nesta sexta-feira (21), no cemitério Jardim da Saudade de Sulacap, no Rio de Janeiro. A artista morreu na tarde da quinta-feira (20), de causas naturais, em casa, na capital fluminense. A cerimônia foi marcada por muita emoção. 

A cantora foi velada das 8h às 14h, no Theatro Municipal do Rio. No meio da tarde, o corpo da veterana seguiu em cortejo em cima de um caminhão do Corpo de Bombeiros, passando pela Avenida Atlântica. O velório no cemitério, assim como o enterro, foi restrito aos amigos e familiares.

Corpo seguiu em cortejo em cima de um caminhão do Corpo de Bombeiros

Corpo seguiu em cortejo em cima de um caminhão do Corpo de Bombeiros

Webert Belicio - Agnews

Elza Soares cantou "até o fim", assim como prometido em A Mulher do Fim do Mundo. A artista, que morreu na tarde da quinta-feira (20), estava longe de sentir o peso dos 91 anos. Em mais de 60 só de carreira na música, a cantora acumulou 85 títulos em sua discografia, 17 pinos na coluna e uma coletânea de dores e alegrias da mulher preta, filha de uma lavadeira com um operário, criada na favela de Água Santa, no subúrbio do Rio de Janeiro.

Em entrevista ao R7, em outubro de 2019, ela foi direta ao rejeitar qualquer questionamento que a pusesse na posição de vítima da própria história (e idade), e afirmou, categórica: "Eu não envelheci ainda. O dia que envelhecer, eu falo. Continuo a mesma. A Elza viva. Com os mesmos sentidos e desejos. Seguindo a vida. A que você conheceu de salto 15 dançando e cantando no palco”.

Últimas