Música Favoritos do R7: confira a nossa lista das melhores músicas de 2023

Favoritos do R7: confira a nossa lista das melhores músicas de 2023

Equipe de Entretenimento do portal selecionou as canções nacionais e internacionais que mais despertaram a atenção ao longo do ano

2023 teve hits de diversos gêneros musicais, no Brasil e no exterior

2023 teve hits de diversos gêneros musicais, no Brasil e no exterior

Montagem R7/Reprodução/Instagram/YouTube

Fim de ano sempre traz aquele clima de refletir sobre o que passou, certo? E nada melhor do que fazer isso de uma forma que a gente adora: com listas! A equipe de Entretenimento do R7 se reuniu para escolher as músicas que foram as nossas favoritas ao longo de 2023. A lista não tem uma ordem específica, refletindo apenas as que mais ouvimos, curtimos e aquelas que julgamos terem causado grande impacto no ano. 

Aparecem entre os citados pela equipe artistas como Beyoncé, Shakira, Ana Castela, Miley Cyrus, Léo Santana, Marina Sena, SZA, Doja Cat, Lana Del Rey, Simone Mendes e Troye Sivan.

As suas músicas queridinhas entraram para a nossa lista? Qual ficou de fora na sua opinião? Compartilhe com a gente nas redes sociais

Shakira: Bzrp Music Sessions, Vol. 53 — Bizarrap e Shakira

O 2023 de Shakira foi marcado pela transformação de uma traição em lucros, prêmios e ainda mais sucesso. Após todo o escândalo de que a cantora foi traída pelo ex-marido, o jogador de futebol Gerard Piqué, muita gente se surpreendeu ao ouvir as alfinetadas que a colombiana tinha a dar em uma música com o DJ e produtor Bizarrap.

"A ideia de lançar uma música para desabafar sobre a traição foi genial. A canção poderia ser só mais uma, com indiretas e sacadas apenas para aproveitar o timing da pulada de cerca, mas é mais que isso. Batida e ritmos perfeitos para cantar e dançar muito!", enalteceu a editora Camila Juliotti.

Nosso Quadro — Ana Castela

Ana Castela também não tem muito do que reclamar em 2023, pelo menos não na parte profissional, já que atingiu novos níveis de sucesso. De fato, a sertaneja chegou a conquistar até mesmo novos fãs.

"Esta foi apontada por um aplicativo de música como a que eu mais escutei no ano de 2023. Apesar de eu não me identificar com a letra, me apaixonei pela canção, além de admirar o trabalho da Ana Castela", revelou a estagiária Gabriela Guidotte sobre ter sido cativada pelo hit Nosso Quadro

Flowers — Miley Cyrus 

O ano foi realmente marcado por hits com alfinetadas, cutucadas, indiretas (e diretas!) a ex-affairs das famosas. Miley Cyrus é dona da música mais ouvida de 2023 justamente com um hino de superação de um relacionamento onde ela não era valorizada. 

"Flowers é, sem dúvidas, uma das músicas que mais tiveram impacto em 2023. O retorno da Miley foi triunfal, com um hit que atingiu o topo das paradas mundiais e que conquistou diferentes tipos de público, dos mais jovens aos mais velhos. O refrão gruda na cabeça assim que você o escuta pela primeira vez. Além disso, a construção melódica te envolve e faz com que você queira sair dançando por aí. A música, e o álbum do qual ela faz parte, o Endless Summer Vacation, estão indicados ao Grammy 2024. Talvez essa seja a grande chance da diva, já que ela, inacreditavelmente, nunca ganhou um gramofone da premiação", defendeu o repórter Felipe Gladiador.

Tudo Pra Amar Você — Marina Sena

No Brasil, Marina Sena passou do status de revelação para nova estrela da música, lotando shows e fazendo ótimos números nas plataformas de streaming. O single Tudo Pra Amar Você foi uma das escolhas de favoritas do ano do repórter Pedro Garcia.

"Representando o pop nacional, Marina Sena lançou o segundo álbum em 2023, Vício Inerente, e a faixa que mais me fisgou foi Tudo Pra Amar Você, uma música sobre um relacionamento que deu errado, mas ainda assim animada e dançante. Impossível ser mais Marina Sena do que isso", justificou ele.

Paint The Town Red — Doja Cat

Envolvida em algumas polêmicas durante 2023, a rapper Doja Cat não sentiu tanto o impacto quando falamos do sucesso em seu trabalho. Ela tem lotado shows com suas turnê atual e emplacou músicas nas paradas.

"A Doja Cat foi bem cancelada esse ano, por besteiras que falou, mas não tem como negar que ela é artista. Ela lançou Paint The Town Red depois das polêmicas e deixou todo mundo boquiaberto. É incrível como ela pode ser tudo, menos uma artista ruim! A voz dela, letra, o clipe da música, tudo faz com que ela seja uma das artistas mais talentosas da atualidade", elogiou a estagiária Giullyana Aya.

Erro Gostoso — Simone Mendes

Separada da irmã Simaria, a cantora Simone Mendes provou que continua sendo especialista em criar hits.

"Erro Gostoso é o primeiro single de Simone em carreira solo. A música faz parte do EP Cintilante e ficou em segundo lugar entre as músicas mais escutadas pelos ouvintes brasileiros da principal plataforma de música. Além disso, o modão estreou no Top 200 Global. Mesmo quem não curte sertanejo acabou ouvindo a música de refrão chiclete, já que ela não saiu das rádios", explicou a repórter Brenda Marques. 

My House — Beyoncé

Dona de uma das turnês mais lucrativas de 2023, Beyoncé continuou lotando estádios por onde quer que fosse, divulgando seu trabalho mais recente, do ano passado. E quem falou que os fãs também não ganharam um presente inédito da Queen B?

"Os fãs de Beyoncé foram bem servidos em 2022 com o lançamento do álbum Renaissance e em 2023 com a turnê homônima. Todo o trabalho construído foi coroado com maestria com o single My House, música que toca nos créditos do documentário da turnê e traz ritmo dançante e letra glamorosa e feroz, para dar um gás neste final de ano", apontou a repórter Mariana Morello. 

Solteiro Forçado — Ana Castela

A cantora brasileira aparece novamente na nossa lista, dessa vez com outro hit, escolhido pelo repórter Gilvan Marques. 

"A música — lançada pela cantora há cerca de cinco meses e, atualmente no posto de número 46 entre as mais tocadas do ano — fala sobre frustrações após o término de um relacionamento e a dificuldade em seguir adiante. Melodia, ritmo e a voz perfeita de Ana Castela, um timbre mais grave — embora a própria cantora tenha admitido a dificuldade em alcançar o tom, no início. Independentemente de a cantora estar sendo acusada de plágio, o fato é que Solteiro Forçado é suave para os ouvidos de quem a escuta", disse ele. 

Clique aqui e receba as notícias do R7 Entretenimento no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

SZA — Kill Bill

Maior indicada no Grammy 2024, concorrendo em 9 categorias, a cantora SZA talvez saia na frente das apostas para faturar o prêmio de Álbum do Ano, com o aclamado SOS, que foi lançado no finalzinho de 2022, então não teve tempo de concorrer em 2023. 

"SZA está em seu auge! A artista encontrou aquele difícil equilíbrio entre aclamação dos críticos e enorme sucesso comercial. Kill Bill é o maior exemplo do que ela é capaz de criar. Uma música sobre pensar em 'acabar' com o seu ex poderia ser um grande desastre, mas os vocais únicos dela, a excelente produção e a esperta e honesta letra tornam tudo uma receita de como criar um hit. Sem falar do clipe, que é uma verdadeira superprodução, e ajuda a elevar ainda mais uma obra já de enorme qualidade. Kill Bill lutou forte ao longo de 2023 para conseguir chegar até o topo das paradas, mas deu certo no fim das contas. E 2024 é o ano da SZA nas premiações! Ao menos, eu acho que precisa ser", argumentou o repórter Felipe Gladiador. 

Zona de Perigo — Léo Santana

Muitas músicas foram lançadas em 2023 e, como tanta coisa aconteceu neste ano, às vezes a nossa memória até nos engana. Aquela canção que ficou tanto na cabeça... é desse ano? Lembrou de um mega hit, mas não consegue ter certeza de quando ele é? Tudo bem, isso é normal.

Foi mais ou menos o que aconteceu com a editora Camila Juliotti, mas ela não conseguiu se esquecer de um lançamento que marcou o Carnaval 2023: "Em dezembro, fica difícil lembrar o que bombou ao longo de tantos meses. Mas é só tocar um trechinho de Zona de Perigo, hit de Léo Santana, que logo vem à cabeça o refrão chiclete e a dancinha — com coreografia fácil de aprender até pra quem não tem muito gingado, como eu", se divertiu ela.

A&W — Lana Del Rey

Outra artista que está indicada a vários prêmios no Grammy 2024 é Lana Del Rey. A musa da música alternativa já "furou a bolha" faz tempo, e vem conquistando públicos cada vez maiores, tendo sido uma das artistas mais ouvidas de 2023 nas plataformas digitais.

"Lana Del Rey é a artista da minha vida e a cantora norte-americana lançou um novo álbum em 2023, Did You Know that There’s a Tunnel under Ocean Blvd. A música mais aclamada do novo trabalho é A&W, cotada para levar os principais prêmios de música do ano, o que só prova a genialidade da cantora, dona de uma carreira consolidada, um estilo único e composições profundas", apontou o repórter Pedro Garcia. 

Chico — Luísa Sonza

Ainda no tema de separações polêmicas, assim como os hits de Miley Cyrus, Shakira e SZA, no Brasil Luísa Sonza viu uma música de declaração de amor se tornar um hit ainda maior após um escândalo nada íntimo de traição do influenciador Chico Moedas.

Mesmo com toda a história, a canção foi um verdadeiro sucesso. "Apesar de a música ter tido uma grande polêmica, acho que Chico foi um dos marcos de 2023. O ritmo é gostoso de escutar e colocou um refrão chiclete na boca do povo", explicou a estagiária Gabriela Guidotte ao justificar sua escolha de colocar a música na lista. 

My Love My All Mine — Mitski

Presente em várias listas de melhores do ano, a canção da artista nipo-americana bombou entre diferentes públicos ao ganhar as redes sociais.

"Essa música é uma preciosidade. Fala sobre amor-próprio e tem uma melodia muito gostosa de se ouvir. Ao mesmo tempo em que me emociona, de tão linda que a voz da Mitski é, também me dá vontade de dançar. Ela viralizou no TikTok, e é uma música que realmente merece todos os streamings!", celebrou a estagiária Giullyana Aya.

On My Mama — Victoria Monét

Indicada a diversos Grammys, incluindo o de Artista Revelação, Victoria Monét também vem recebendo inúmeros elogios dos críticos de música. E ela emplacou o hit On My Mama nas paradas em 2023.

"Victoria Monét é de um talento que impressiona. Voz, dança, composição das músicas, estilo, ela tem tudo! A artista já está arrasando, mas é dona de um pacote tão completo que pode facilmente ser um dos maiores destaques da indústria muito em breve. On My Mama é o tipo de canção que entrega o quanto ela consegue brilhar. A letra é divertida, a melodia cativa e, sem perceber, você se pega rebolando", disse o repórter Felipe Gladiador.

Sintomas de Prazer — Ludmilla

Ludmilla também teve um 2023 de muito sucesso nacional e internacional, além de atrair verdadeiras multidões aos seus shows. Para a repórter Brenda Marques, mesmo quando algo não sai como o planejado, Lud consegue reverter as coisas e brilhar.

"Sintomas de Prazer é a música mais popular do álbum Vilã, que marca a volta de Ludmilla ao pop depois do grande sucesso do Numanice, álbum de pagode da cantora. A popularidade que a música ganhou mostra como Lud sabe explicar sucessos mesmo quando as coisas não saem exatamente como ela queria. A cantora já disse que não estava pronta para lançar ou álbum quando a estreia aconteceu, em março. Cinco meses depois, ela lançou a versão ao vivo das faixas do álbum, e Sintomas de Prazer estourou. Atualmente, a live da música acumula 22 milhões de visualizações na principal plataforma de vídeo do mundo. Há também uma coreografia da canção, bastante sensual e intimista, estrelada por Brunna Gonçalves", exemplificou. 

Got Me Started — Troye Sivan

O cantor Troye Sivan foi mais um a conquistar novos públicos em 2023. Seu álbum mais recente se provou um hit nas baladas.

O repórter Pedro Garcia foi uma dessas pessoas que começaram a dar mais atenção para Troye neste ano: "Nunca gostei muito de Troye Sivan, mas o novo álbum do cantor australiano me converteu a fã. Muito mais animado do que os trabalhos anteriores do artista, Something to Give Each Other fala de experiências da juventude, e a minha faixa favorita foi Got Me Started", revelou.

Pearls — Jessie Ware

Jessie Ware colheu bastante elogios com o álbum That! Feels Good!, que tem uma pegada que parece dar continuidade aos temas e ritmos do What's Your Pleasure?, de 2020.

A repórter Mariana Morello disse acreditar que a nostalgia que o som da cantora traz é um dos motivos para suas músicas serem tão atrativas: "Jessie Ware é daquelas artistas que fazem música boa do começo ao fim. Produção, letra, videoclipes, etc. E com Pearls não foi diferente. A cantora trouxe influências de disco dos anos 1980 em uma canção que te faz querer levantar e se acabar de dançar. A nostalgia ficou completa quando a música apareceu de trilha sonora da segunda temporada de And Just Like That, spin-off de Sex and The City, sucesso nos anos 2000". disse ela.

Houdini — Dua Lipa

Dua Lipa recrutou um time de peso para fazer seu retorno ao mundo da música, depois do estrondoso sucesso do álbum Future Nostalgia e da música Dance The Night, trilha do filme Barbie. Entre eles estão Kevin Parker, conhecido pelo projeto Tame Impala, e os compositores Danny L Harle e Caroline Ailin.

"Houdini, para mim, é uma aula de como criar uma perfeição pop. Os vocais de Dua estão maduros, bonitos, cheios de personalidade. Você ouve os primeiros segundos e sabe que se trata de uma música dela. Além disso, a produção é simplesmente genial. A canção vai crescendo progressivamente, tem muitas camadas e vai te contagiando. O dedo de Kevin Parker fica evidente na música e olha, isso é bom demais. Difícil é não querer ir direto para uma festa quando essa começa a tocar", elogiou o repórter Felipe Gladiador. 

Desculpa Te Ligar — Ananda

A cantora Ananda pode ainda ser novidade para muita gente, mas vem conquistando um público fiel. Ela é seguida por mais de 8 milhões de pessoas na web. 

A estagiária Giullyana Aya revelou os motivos que enxerga para explicar o sucesso da artista: "A Ananda é uma cantora que merecia muito mais reconhecimento. A voz dela é angelical e de arrepiar. Desculpa Te Ligar mostra todo o talento dela. Ela tem voz, carisma, escreve sobre sentimentos e faz todo mundo se identificar com as letras de suas músicas!".

Tá OK — Dennis e Kevin O Chris

Um dos maiores virais do Brasil em 2023, a colaboração de Dennis e Kevin O Chris não tinha como ficar de fora da lista. Com a ajuda de uma coreografia marcante, a música bombou na web.

A editora Camila Juliotti falou do quanto a letra da canção gruda: "'Então, toma, toma...'. Difícil ouvir só um trechinho do hit de Dennis e Kevin O Chris, e não lembrar da coreografia que viralizou nas redes sociais e colocou até os famosos pra dançar. O funk, com a melodia raiz típica dos anos 2000, chegou a ficar em primeiro lugar das mais ouvidas nas plataformas de streaming aqui no Brasil". 

Narcisista — Maiara e Maraisa

A dupla Maiara e Maraisa passou por altos e baixos nos relacionamentos nos últimos anos, o que rendeu também hits cheios de emoção.

"A canção da dupla Maiara e Maraisa fala sobre o relacionamento com um parceiro de várias personalidades. É uma música com letra melancólica, sim, mas os refrões capturam o sentimento (de frustração, talvez) que só quem namorou um narcisista é capaz de compreendê-la. A música entrou para a minha lista de melhores de 2023", justificou o repórter Gilvan Marques.

greedy — Tate McRae

Mesmo que já venha construindo sua carreira há algum tempo, Tate McRae explodiu de vez neste ano, alcançando novas conquistas, como o primeiro lugar das paradas globais com o hit greedy.

"Impossível falar de música pop em 2023 sem citar Tate McRae. Assim como Victoria Monét, Tate entra na categoria de divas que também arrasam muito na dança. E ela é realmente um acontecimento nos palcos e nos clipes, sempre com muita presença e carisma. greedy é uma daquelas músicas que você ouve muito, fica com ela na cabeça, mas dificilmente vai se enjoar, de tão boa que é. Estamos diante de mais uma artista que promete dominar as paradas com facilidade", concluiu o repórter Felipe Gladiador. 

De Murilo Huff e Gabriela Versiani a Beyoncé e Jay-Z: casais que se conheceram em gravações de clipes

Últimas