"É emocionante", diz Ralph Lauren sobre documentário da HBO sobre sua história

Por Yahaira Jacquez

NOVA YORK (Reuters) - O estilista norte-americano Ralph Lauren se considera uma pessoa discreta. Por isso, permitir acesso de câmeras para sua vida e seu império da moda para o documentário "Very Ralph", da HBO, foi desafiador. 

"Às vezes, quando prestei atenção, foi difícil", disse Lauren em entrevista à Reuters. "Mas eu tentei ignorar". 

O documentário, que conta a vida de Lauren de sua infância no Bronx, em Nova York, até a abertura de lojas em todo o mundo, foi exibido em festa de estreia no Museu Metropolitano de Arte de Nova York nesta quarta-feira, com participação dos nomes mais conhecidos da moda e do entretenimento. 

Entre os presentes na homenagem a Lauren, ainda diretor-executivo e chefe de criação da Ralph Lauren, estavam Bruce Springsteen, Martha Stewart, as modelos Lily Aldridge e Karlie Kloss, Ansel Elgort, Michael J. Fox e a estilista Vera Wang. 

"Ele é um grande herói americano", disse Wang à Reuters. "Ele realmente levou a experiência americana para todo o mundo e duvido que isso seria possível de ser reproduzido hoje".