Flavio Ricco Record estreia nesta segunda-feira última fase de Gênesis: José do Egito

Record estreia nesta segunda-feira última fase de Gênesis: José do Egito

José é jogado dentro de uma cisterna

José é jogado dentro de uma cisterna

Blad Meneghel

Nesta segunda-feira, após o “Jornal da Record”, estreia a sétima e última fase da novela “Gênesis”, José do Egito, que também caminha para suas gravações finais. O ator Juliano Laham interpreta o protagonista.

“Gênesis” está agora apenas com duas frentes nos estúdios da Casablanca no Rio de Janeiro. Segundo previsão da equipe, o “acampamento” será desarmado, no máximo, em quinze dias.

Nesta última fase da superprodução bíblica, o personagem central é um jovem injustiçado que posteriormente será recompensado pelo Senhor. Como se torna o preferido de seu pai, Jacó/Israel (Petrônio Gontijo), ele é vendido por seus irmãos mais velhos e se torna escravo no Egito.

Trata-se de uma jornada de superação. No Egito, o rapaz irá de miserável a governador, homem de confiança do Faraó, graças a sua perseverança, honestidade, inteligência e amor a Deus.

José tem onze irmãos e uma irmã, mas é o filho preferido de Jacó. Por ser muito próximo do pai, ele é invejado pelos irmãos que defendiam a progenitura de Rúben (Felipe Cunha).

Acaba vendido como escravo pelos próprios irmãos, mas o que eles não sabiam é que o mal que fizeram se tornaria em bem. José assume o segundo posto mais poderoso de todo o Egito.

Uma das autoras de “Gênesis”, Raphaela Castro explica que, apesar de milenar, a trama da fase José traz elementos contemporâneos:

“Os conflitos de José podem estar descritos nos tempos bíblicos, mas sem sombra de dúvida, é um espelho dos que muitos vivenciam nos dias atuais".

Antes desta fase de encerramento, “Éden”, “Dilúvio”, “Torre de Babel”, “Ur dos Caldeus”, “Abraão” e “Jacó” foram responsáveis por movimentar centenas de profissionais e garantir a vice-liderança isolada na maior parte do país. Em algumas praças, inclusive, liderou a audiência.

Últimas