Saul: O Primeiro Rei de Israel

Flavio Ricco Record exibe documentário 'Saul: O Primeiro Rei de Israel'

Record exibe documentário 'Saul: O Primeiro Rei de Israel'

  • Flavio Ricco | Do R7

 André Tal em Nebi Samuel, região conhecida como casa do profeta Samuel

André Tal em Nebi Samuel, região conhecida como casa do profeta Samuel

Instagram

A Record vai exibir neste domingo, às 23h, o documentário “Saul: O Primeiro Rei de Israel”, em um trabalho conduzido por André Tal. Na Terra Santa, a equipe liderada pelo repórter refaz a trajetória do personagem bíblico que será retratado na série “Reis”.

"Ele foi um camponês. E ele mesmo se pergunta: ‘Ora, como eu vou ser um líder? Como eu vou ser um rei?’."  A descrição do historiador Danilo Cavalcante ajuda a entender um pouco da trajetória de Saul, o homem de vida simples que foi coroado rei de Israel cerca de mil anos antes de Cristo.

"É em um contexto de muita fragilidade política e militar que Saul vai surgir como um nome", explica Cavalcante.

Nos tempos de Saul, o povo israelita vivia dividido em tribos e era constantemente atacado por inimigos que queriam conquistar territórios, como os filisteus e amonitas.

"Todas as outras nações já tinham reis. Então, eles queriam aquilo", explica o teólogo Lamartine Posella Sobrinho.

A liderança de um rei com força militar era vista como um trunfo nas guerras, mas distanciava o povo da fé em Deus.

"Todos os povos ao redor diziam assim: 'Que Deus é esse que não tem rosto? Que Deus é esse que é invisível?", destaca ele. 

A equipe da Record visitou alguns dos locais de grandes batalhas do período dos reis israelitas. A expedição segue até o vale de Gilgal, onde Saul foi aclamado rei, logo após um duelo decisivo.

"A diferença entre essa batalha e todas as batalhas que os israelitas tiveram anteriormente é que aqui houve uma união", explica o escritor e historiador Efraim Rushansky.

O documentário também vai mostrar as descobertas em Khirbet Qeiyafa, uma cidade bíblica dos tempos do rei Saul. A equipe conversou com um dos maiores arqueólogos de Israel, Yosef Garfinkel.

"Nós temos muito orgulho de encontrar evidências que dão apoio ao texto bíblico. As escavações provam que há muitas informações que estão mencionadas na Bíblia e também são exatas do ponto de vista arqueológico", ele diz.

O programa vai ao ar logo depois do “Domingo Espetacular”.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas