Flavio Ricco Verdades Secretas 2 provou que a forma valeu mais do que o conteúdo

Verdades Secretas 2 provou que a forma valeu mais do que o conteúdo

Walcyr Carrasco, autor de "Verdades Secretas"

Walcyr Carrasco, autor de "Verdades Secretas"

Victor Polak

Com 50 episódios (mais 1 com final alternativo) disponíveis no Globoplay, "Verdades Secretas 2" teve seus dois últimos disponibilizados na sexta-feira passada e do jeito que começou na sua estreia em 20 de outubro: cercada de muito barulho, principalmente, nas redes sociais. Por tudo que a trama de Walcyr Carrasco representou em 2015, alimentou-se uma grande expectativa sobre como seria a sua continuação. Com seu ciclo concluído, já pode se ter uma certeza: nem deveria ter existido.

Claro, ela não foi de todo ruim. A direção de Amora Mautner trouxe uma estética nova à segunda temporada. A visão voyeur, de espionar pelas janelas, era algo que casava com a proposta da novela original. E claro, a ousadia nas cenas picantes que o streaming facilitou veicular foi interessante. Mas as mesmas precisarão ser muito bem editadas quando for para a TV aberta, e algumas sequências pecaram por serem de uma total gratuidade.

"Verdades Secretas 2" também destacou o bom trabalho de Maria de Medeiros como Blanche, Rainer Cadete como Visky - que mesmo com os exageros que injetou nos novos capítulos, soou coerente com o personagem - e até mesmo Camila Queiroz, que estava mais segura como Angel, mesmo pelos "apuros" que ela diz ter passado nos bastidores. Agatha Moreira como Giovanna oscilou nos primeiros capítulos elevando sua personagem à décima potência, mas aos poucos foi diminuindo a temperatura da atuação, chegando num ponto mais brando.

O núcleo da família da estilista Betty (Deborah Evelyn), que se envolve com o modelo Mateus (Bruno Montaleone), acabou se tornando um alívio cômico, devido ao pastelão "a la Walcyr" que a história se encaminhou nos capítulos finais. Já a história de Leila (Erica Januza) poderia ser abordada com mais cuidado, mas se salvou pelo ótimo desempenho da atriz em cena. E a estreia de Júlia Byrro como Lua também foi um achado desta temporada.

Nos capítulos finais, porém, Walcyr Carrasco - mais uma vez - subestimou a inteligência do público ao trazer Alex (Rodrigo Lombardi) de volta à novela, após ter sido morto com seis tiros no final da primeira temporada e ter dado à ele o poder de ter matado Angel em um dos finais divulgados. Uma cena claramente improvisada, junto com uma dublê, após a polêmica saída da protagonista antes de gravar seu encerramento.

Todavia, não dá para negar o buzz que "Verdades Secretas 2" gerou, apesar de tudo. O formato inédito de entregar uma novela em blocos para o público serviu para alimentar uma expectativa até seu desfecho. A terceira temporada, segundo Amora Mautner, está confirmada. Mas fica a dúvida se um novo ciclo desta história se valerá mais uma vez pelo marketing ou pela consistência do trabalho em si, já que esta primeira novela em streaming do Globoplay, no quesito qualidade do enredo, deixou muito a desejar.

Últimas