Envergonhado, Bruce Willis manteve doença em segredo por dois anos

O ator vinha enfrentando graves problemas de memória havia anos e não conseguia atuar sem ajuda de ponto eletrônico

  • Keila Jimenez | Do R7

audima
Bruce Willis não queria parar de trabalhar
reprodução

A notícia de que a lenda Bruce Willis vai abandonar a carreira aos 67 anos pegou muita gente de surpresa. Mas a tragédia pessoal do ator de Hollywood vem se estendendo há pelo menos dois anos, com muito sofrimento e discrição por parte dos amigos.

A família de Bruce Willis anunciou, nesta quarta-feira (30), que o ator está se afastando da carreira devido à afasia, um distúrbio de linguagem ocorrido por lesão cerebral que afeta a comunicação. O texto foi assinado pelas filhas do artista, de 67 anos de idade, sua atual mulher, Emma Heming, e sua ex, Demi Moore.

Bruce Willis abandona carreira de ator após ser diagnosticado com lesão cerebral

A lesão vem se agravando, e os médicos pediram a Bruce que poupe esforços. Não há cura, apenas tratamento para diminuir os prejuízos causados pela doença.

O fato é que, desde 2020, Bruce Willis vem passando por problemas de saúde ligados à cognição, fala, coordenação motora e memória. Em 2021, o astro de filmes como Duro de Matar começou a lutar contra uma perda de memória recente, o que passou a se refletir diretamente no trabalho dele. 

Publicidade

Amigos do astro dizem que há dois anos ele não consegue mais decorar os textos e só atua com a ajuda de um ponto eletrônico no ouvido, com um assistente lhe soprando o texto em tempo real. Foi assim que ele fez os últimos filmes. Mesmo com a ajuda, a dificuldade para articular frases mais longas começou a abalar o emocional do astro. O ator passou a ficar deprimido e envergonhado com a situação. Familiares e amigos mantiveram segredo sobre os problemas de saúde dele por todo esse tempo, mas agora resolveram juntos que o melhor era abrir a situação publicamente.

Sabendo que teria de se aposentar precocemente, Bruce passou a aceitar convites para trabalhos menores e filmes sem expressão para ganhar o máximo de dinheiro possível enquanto ainda podia trabalhar. Só em 2021 foram 11 filmes, todos fracos e odiados pela crítica.

Os mais próximos do astro dizem que ele está devastado com a doença e que tentou de tudo para não ter de parar de fazer o que mais ama: atuar. No entanto, acabou convencido pelas filhas que o melhor a fazer era poupar energia para viver com qualidade ao lado de quem ama.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Ir para versão mobile