Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Melhor Não Ler
Publicidade

Urgente: procuram-se Greta Thunberg e Leonardo DiCaprio!

O desmatamento no Cerrado bateu dois recordes neste ano, mas os mi-mi-militantes do meio ambiente não deram as caras

Melhor Não Ler|Do R7

Leonardo DiCaprio e Greta Thunberg
Leonardo DiCaprio e Greta Thunberg Leonardo DiCaprio e Greta Thunberg

Não sabemos com qual das notícias devemos nos preocupar mais: se com os novos recordes de desmatamento no cerrado brasileiro ou com o sumiço dos nossos paladinos salvadores do planeta.

Estamos falando de Gretinha Thunberg, que luta ardentemente pelo meio ambiente, gritando “como ousam?” para qualquer um que poluir a Terra (mas não deixa de viajar de avião para baixo e para cima). E, claro, Leo DiCaprio, aquele ator que não morreu no Titanic mas manda todo mundo reduzir as emissões de carbono enquanto ele mesmo passeia em iate de luxo, emitindo muito carbono. Onde estão nossos eco-hipócritas preferidos quando mais precisamos deles?

Queremos saber o que eles vão fazer com o levantamento divulgado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) que mostra que o desmatamento em abril foi o maior desde o início da série histórica, em 2019, chegando aos 709 quilômetros quadrados.

Só pra o governo da nossa duplinha chatinha, o aumento no desmatamento foi de 18% em relação a abril do ano passado (aquela época nefasta, quando não havia nenhum amor neste país!). Mas tem mais: levando em conta o desmate dos quatro primeiros meses de 2023, temos outro recorde: mais de 2.000 quilômetros quadrados desmatados, um aumento de cerca de 12% em relação ao mesmo período de 2022.

Publicidade

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Considerando-se que o Cerrado é um dos principais biomas de Minas Gerais, os defensores do planeta — que não deixavam passar um graveto seco sem esbravejar até o ano passado — deveriam estar berrando, se descabelando e chamando meio mundo de genocida. Alguém aí sabe por que eles estão tão calados ultimamente?

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.