Bichos precisam de cuidados especiais no calor

Vacinação, muita água e tosa devem ter a atenção do dono para a boa saúde do animal

Cães e gatos precisam se refrescar no verão. Tenha atenção à temperatura do corpo do animal

Cães e gatos precisam se refrescar no verão. Tenha atenção à temperatura do corpo do animal

Andrea Miramontes/R7

Bichos de estimação também sentem calor e sofrem com as altas temperaturas. Muita água e tosa são só os primeiros cuidados com eles nesta época.

Pulgas e carrapatos se proliferam mais na estação. Por isso, é preciso manter a aplicação regular do remédio contra esses parasitas. Doenças como cinomose, parvovirose e leptospirose também podem contaminar mais os bichos, pelo maior contato do animal com outros animais, como explica Fabiana Grecco, gerente de produto da Merial.

Ela alerta ainda para as viagens com os bichos.

— Se as doses estiverem atrasadas, recomenda-se vacinar o animal adulto com pelo menos sete dias de antecedência, pois a imunidade leva alguns dias para ser desenvolvida. No caso de filhotes, é necessário finalizar o protocolo de vacinação inicial, composto por pelo menos três doses.

Já conhece a cadela blogueira do R7? Espie o Patas ao Alto!

Em casa, fique de olho na ração. Não deixe os alimentos do seu pet expostos por muito tempo e não se preocupe caso diminua o apetite dos bichinhos, pois eles comem menos no verão.   De acordo com o Sindicado Nacional das Indústrias de Produtos para Saúde Animal (SINDAN), cerca de 44% das famílias brasileiras possuem algum animal de companhia. Porém, somente 14% delas têm o hábito de levar os pets a consultas periódicas.

Segundo hospital público veterinário de SP já tem data para começar!