Famosos e TV Céline Dion não responde a remédios após diagnóstico de doença rara

Céline Dion não responde a remédios após diagnóstico de doença rara

A artista sofre com a SPR (Síndrome da Pessoa Rígida), uma doença rara que faz os músculos ficarem tensos e provoca dificuldade para andar, falar e cantar

  • Famosos e TV | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Céline Dion não está respondendo aos remédios após diagnóstico de doença rara.

  • A informação foi dada pela irmã da artista, Claudette, ao jornal canadense Le Journal de Montreal.

  • 'Ter esperança é importante. Eu, honestamente, penso que ela precisa sobretudo descansar', disse.

  • A cantora sofre com a SPR (Síndrome da Pessoa Rígida).

Céline Dion não responde aos remédios após ter sido diagnosticada com síndrome

Céline Dion não responde aos remédios após ter sido diagnosticada com síndrome

Reprodução/Instagram

Após ser diagnosticada com a SPR (Síndrome da Pessoa Rígida), Céline Dion não está respondendo aos remédios. Em depoimento ao jornal canadense Le Journal de Montreal, Claudette, irmã da cantora, disse: "Não achamos nenhum remédio que funcione, mas ter esperança é importante. Eu, honestamente, penso que ela precisa sobretudo descansar".

Claudette também contou que a artista está aos cuidados da outra irmã, Linda, e sendo acompanhada pelos melhores especialistas: "Ela sempre vai além em suas performances, sempre tenta ser a melhor. Ela tem ouvido os maiores pesquisadores desta doença rara e é disciplinada em todas as áreas de sua vida".

Em dezembro, Céline Dion revelou, nas redes sociais, que sofre da doença, que faz com que os músculos fiquem tensos de tal maneira que ela tem dificuldades para andar, falar e cantar.

"Sinto muito por ter demorado tanto para entrar em contato com vocês. Sinto muito a falta de todos vocês e mal posso esperar para estar no palco falando com vocês pessoalmente. Como vocês sabem, sempre fui um livro aberto e não estava pronta para dizer nada antes, mas estou pronta agora", disse, já emocionada, no vídeo.

A cantora ainda explicou que a doença que estava afetando o seu cotidiano é considerada rara: "Venho lidando com problemas de saúde há muito tempo, e tem sido muito difícil para mim enfrentar esses desafios e falar sobre tudo o que tenho passado. Recentemente, fui diagnosticada com um distúrbio neurológico muito raro chamado Síndrome da Pessoa Rígida, que afeta uma pessoa em 1 milhão", completou, na ocasião.

Abatida, Céline Dion recebe amigos e familiares em velório do marido

Últimas