Famosos e TV Investigação sobre Safadão devido a vacinação irregular é suspensa

Investigação sobre Safadão devido a vacinação irregular é suspensa

Tribunal de Justiça do Ceará determinou a paralisação da apuração do Ministério Público após pedido de habeas corpus do cantor 

  • Famosos e TV | Do R7

O cantor e sua mulher foram criticados nas redes sociais por vacinação irregular no Ceará

O cantor e sua mulher foram criticados nas redes sociais por vacinação irregular no Ceará

Reprodução/Instagram

O Tribunal de Justiça do Ceará determinou nesta sexta-feira (26) a suspensão da investigação do Ministério Público do Estado do Ceará que apura suposta irregularidade na vacinação contra a Covid-19 do cantor Wesley Safadão e da mulher dele, Thyane Dantas. 

De acordo com informações do quadro A Hora da Venenosa, do Balanço Geral SP, da Record TV, o habeas corpus foi concedido pela desembargadora Francisca Adeline Viana após solicitação da defesa do músico. 

Em outubro, Safadão explicou que ele e a mulher não aceitaram um acordo proposto pelo Ministério Público. O cantor afirmou, entre outras coisas, que o órgão queria que ele se considerasse culpado pela vacinação e que pagasse uma quantia referente a R$ 1 milhão.

"Ontem tivemos mais um capítulo da história da vacina, tivemos uma reunião ontem pela manhã com Ministério Público e infelizmente não chegamos a um acordo por dois motivos: 1- Queriam que eu me declarasse culpado; 2 - Queriam que eu pagasse uma quantia equivalente a quase um milhão de reais, sendo que para um cidadão comum é infinitamente menor o valor", escreveu o artista.

Últimas